Galp e Sonae em alta num PSI 20 negativo

Lisboa acompanhou uma Europa que fechou em queda. O índice EuroStoxx 50, fechou nos 3.538,10 pontos (-0,66%).

Brendan McDermid/Reuters

Apenas dois títulos fecharam no verde num índice de 17 ações que fechou em terreno negativo. O PSI 2o fechou nos 5.193,870 pontos (-0,78%).

O título que liderou as quedas foi a Jerónimo Martins (-2,29%); seguido da Sonae Capital (-2,27%); depois a REN (-2,05%) e depois a Mota Engil (-2,03%).

O BCP, que ontem liderou as subidas hoje corrigiu, caindo 0,30% (caiu menos do que a subida de ontem).

Lisboa acompanhou uma Europa que fechou em queda. O índice EuroStoxx 50, fechou nos  3.538,10 pontos (-0,66%).

Madrid fechou a cair 0,41%; o Dax fechou nos 12.671,02 pontos (-0,78%); Londres fechou em perdas de 0,17%; Paris caiu 0,70%; e Milão liderou quedas com uma descida de 1,01%.

Em Espanha destaque para a notícia de que o Bankia vai integrar o banco BMN. O banco presidido por José Ignacio Goirigolzarri avalia o Banco Mare Nostrum em 825 milhões de euros. Os conselhos de administração da Bankia e BMN aprovaram a proposta de integração da segunda na primeira entidade.

Investidores de acções europeias estiveram atentos às palavras do Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, que enfatizou o seu apoio a medidas de estímulo depois de defender ontem políticas acomodatícias do BCE e de dizer que é prematuro o afrouxamento da política monetária que poderia levar a uma nova recessão.

O euro valorizou face ao dólar 1,01% para 1,1295 dólares.

O petróleo Brent fechou em alta de 2,27% para 46,87 dólares o barril.

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários