Garantia de receita na era digital

Em plena era digital onde existe todo um buzz à volta da transformação e da disrupção, as empresas, movidas pela pressão de inovar de forma rápida, seja com o objetivo de se diferenciar ou de acompanhar o mercado, introduzem alterações impactantes nos seus modelos de negócio. Estão as empresas conscientes e preparadas para gerir os […]

Em plena era digital onde existe todo um buzz à volta da transformação e da disrupção, as empresas, movidas pela pressão de inovar de forma rápida, seja com o objetivo de se diferenciar ou de acompanhar o mercado, introduzem alterações impactantes nos seus modelos de negócio. Estão as empresas conscientes e preparadas para gerir os riscos decorrentes de tais alterações com impacto nos fluxos de receita?
Na definição de uma estratégia de transformação digital, é fundamental conhecer e gerir os riscos de uma forma ágil e eficaz. Para tal, é necessário compreender de forma exaustiva os processos de negócio e sistemas de forma a identificar, avaliar e adotar estratégias adequadas de gestão de risco.

Nesse contexto, a perda de receita decorrente de eventos intencionais (fraude) ou não (leakage) é tipicamente uma das áreas de maior preocupação, em particular em sectores com elevada complexidade, como é o caso das telecomunicações. Foi aliás neste sector que o termo Revenue Assurance teve origem, que consiste na aplicação de procedimentos de análise de dados e de revisão (e potencial melhoria) de processos, de modo a obter confiança em que o que é faturado aos seus clientes e/ou pago a terceiros é o correto.

Tratando-se de uma abordagem assente em grandes volumes de dados, sejam eles de origem das transações/comunicações ou dados de referência (normas internacionais, tarifários, etc), e pelo número elevado de tarefas de comparação e reconciliação com o que é faturado e/ou reconhecido contabilisticamente, o Revenue Assurance é também aplicável a outros sectores.

De forma simplista, sempre que existam diferentes fontes de dados, regras de negócio com necessidade de constantes adaptações e exposição a permanentes alterações, sejam elas de origem regulatória ou de estratégia de inovação da empresa, será sempre crucial identificar focos de perda de receita. São disso exemplo outros sectores como a do retalho, em que a elevada concorrência obriga a uma constante reinvenção das formas de satisfazer e atrair clientes, ou a área de meios de pagamentos, sendo uma das em que se tem verificado mais exemplos de inovação nos tempos recentes (pagamento com cripto moedas, o crescimento de soluções de e-Commerce e o aparecimento e expansão dos pagamentos via mobile – p.e. Apple Pay).

A inovação é fundamental para a sobrevivência das empresas na era digital, devendo estas assumir uma postura proativa e ágil a repensar os seus modelos de negócio. No entanto, não deve ser descurada a gestão eficiente dos riscos a que estão expostos, e devem estar alerta relativamente a potenciais focos de perda de receita.

Se tem interesse em receber comunicação da EY Portugal (Convites, newsletters, estudos, etc), por favor Clique aqui

Recomendadas

Vídeos sapo

vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo vídeos sapo

O “novo” regime de dedução de gastos de financiamento líquidos – questões práticas

O regime de dedução de gastos de financiamento líquidos (“GFL”), em traços gerais, limita a dedução daqueles gastos para efeitos do apuramento do lucro tributável, em sede de IRC, até ao maior de dois patamares: Euro 1.000.000 ou 30% do resultado antes de depreciações, amortizações, GFL e impostos, ajustado para efeitos fiscais (“EBITDA fiscal”). A […]

Fatores que contribuem para o sucesso de uma transação

Num contexto de dinamismo no mercado de Fusões e Aquisições (M&A) em Portugal, e como profissionais na área, temos assistido a que, por vezes, a falta de preparação e experiência das estruturas acionistas, especialmente em PME (que muitas vezes são estruturas familiares), condicionam o sucesso de uma transação. Nesse sentido, gostaríamos de elencar alguns dos […]
Comentários