Governo alemão procura garantias de empréstimo para a Air Berlin

Governo alemão pediu detalhes sobre o pedido de garantias de empréstimos da companhia aérea dos dois estados alemães.

O governo alemão está a analisar um pedido de garantias de empréstimos da Air Berlin, noticia a Reuters. 

O CEO da Air Berlin, Thomas Winkelmann, disse que era “confidencial” quando pediu detalhes sobre o pedido de garantias de empréstimos da companhia aérea dos dois estados alemães.

“Nós não estamos à procura de dinheiro de qualquer tipo de contribuintes. Nós não queremos ser propriedade do Estado. Como administração, olhamos para cada oportunidade sobre como reestruturar a empresa, e isso inclui a reestruturação da dívida”, disse Thomas Winkelmann à Reuters após a reunião geral anual da transportadora em Londres.

A ministra alemã da economia, Brigitte Zypries, disse na terça-feira que a companhia aérea estava numa situação “precária” e segundo o jornal alemão Welt, referido pela agência noticiosa, a Air Berlin procura garantias de empréstimos de 100 milhões de euros. 

Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários