Grécia: Mecanismo de Estabilidade aprova desembolso de 6,7 mil milhões de euros

Após a aprovação desta quarta tranche, a assistência do mecanismo à Grécia vai atingir os 45,9 mil milhões de euros, do total de um programa que está orçamentado em 86 mil milhões.

O Conselho de Administração do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) aprovou hoje o desembolso da quarta tranche do programa de assistência à Grécia, no valor de 6,7 mil milhões de euros.

Em comunicado, o Conselho de Administração do MEE indica que aprovou o desembolso de uma primeira subtranche de 5,7 mil milhões de euros, a realizar-se esta quarta-feira, e o desembolso extra de mil milhões de euros depois de 01 de maio, com este a depender dos progressos de Atenas na redução do nível de pagamentos em atraso e na melhoria da eficácia do sistema de contratação eletrónica

“A decisão de hoje do Conselho de Administração do MEE reconhece o trabalho árduo do Governo e do povo grego para completar um extenso conjunto de reformas. Estas incluem importantes ações na área das privatizações, da cobrança das receitas públicas, da política fiscal e na resolução do crédito malparado. A quarta e última revisão já começou e estou confiante de que a Grécia se mantém no caminho para sair com êxito do programa de assistência em agosto de 2018”, disse o diretor executivo do MEE, Klaus Regling, citado em comunicado.

Após a aprovação desta quarta tranche, a assistência do mecanismo à Grécia vai atingir os 45,9 mil milhões de euros, do total de um programa que está orçamentado em 86 mil milhões.

Em 22 de janeiro, o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, anunciou “boas notícias” sobre a Grécia, com o acordo político alcançado sobre a terceira revisão do programa de assistência em curso.

Centeno considerou que o sucesso da terceira revisão refletia “o enorme esforço e a excelente cooperação entre o Governo grego e as instituições” e indicou que, uma vez concluídas as restantes medidas acordadas com Atenas, seria efetuado um novo desembolso de 6,7 mil milhões de euros.

Ler mais
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários