Grécia: sem reformas não haverá saída limpa

O presidente do grupo de trabalho do Eurogrupo, Thomas Wieser, disse acreditar que a saída da Grécia do programa de ajuda externa não será igual à de Portugal ou Irlanda, devido à manutenção de certas condições. O fim do programa de ajustamento grego está previsto para final deste ano, mas Wieser considerou que “haverá um […]

O presidente do grupo de trabalho do Eurogrupo, Thomas Wieser, disse acreditar que a saída da Grécia do programa de ajuda externa não será igual à de Portugal ou Irlanda, devido à manutenção de certas condições.

O fim do programa de ajustamento grego está previsto para final deste ano, mas Wieser considerou que “haverá um programa e algum tipo de relação contratual entre as instituições e a Grécia”, de acordo com a agência de informação financeira Bloomberg.

O presidente do grupo de trabalho acrescentou que o programa de reformas da Grécia permite que este não venha a ser tão intensivo como é agora, mas não irá “desaparecer como o da Irlanda ou o de Portugal”.

A “volatilidade [do mercado] nas últimas semanas mostrou que a sua perceção não é estável”, pelo que “o trabalho irá continuar” para que a Grécia tenha o acesso total ao mercado, acrescentou Thomas Wieser.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?