Groupe GM investe 2,4 milhões de euros na expansão em Portugal

O investimento vai permitir a criação de 15 novos postos de trabalho. A operar desde 2003, a necessidade de aumentar a produção determinou a transferência da unidade para Neiva, Viana do Castelo

O Groupe GM, líder internacional na indústria de produtos cosméticos para hotelaria, anunciou o investimento de 2,4 milhões de eurosna subsidiária portuguesa da empresa, a Groupe GM – Cosmética Portugal (GGMCP), para expandir a sua capacidade.

A fábrica, sediada na zona industrial de Neiva, Viana do Castelo, é especializada no fabrico de sabonetes para a indústria hoteleira, além de marcas de retalho e ‘private label’, servindo também de plataforma para o Groupe GM – Península Ibérica (GGMPI), que distribui produtos cosméticos para o mercado hoteleiro.

Em comunicado, a empres explcia que está operacional desde 2003, com uma unidade inicialmente instalada em Esposende, Braga, mas, devido ao crescimento exponencial da fábrica e da distribuição nos últimos anos, teve de ser transferida.

As novas instalações industriais aumentarão a capacidade de produção e armazenamento do Groupe GM. Com um espaço total de 11.500 metros quadrados, uma expansão adicional de 2.750 metros quadrados é, num futuro próximo, previsível.

A nova fábrica foi construída pela Garcia & Garcia, uma empresa de construção especializada na conceção e construção de edifícios industriais e logísticos e fortemente ligada à escolha de soluções locais e fornecedores, contribuindo para uma menor pegada de carbono no processo total de construção do edifício e reforçando a economia local.

A fábrica possui um departamento de I&D, equipado com um laboratório especializado totalmente adaptado aos crescentes requisitos cosméticos e requisitos de certificação (ISO, ECOCERT, ECOLABEL, RSPO). Além disso, o GGMCP e o GGMPI fizeram uma parceria com o Kaizen Institute, implementando uma metodologia na qual funcionários de todos os níveis da empresa “trabalham juntos proativamente para definir e nutrir uma cultura comum, necessária para uma melhoria contínua verdadeiramente efetiva, responsabilização e sentimento de posse e pertença de cada colaborador”.

“Nos últimos anos, a indústria global de cosméticos para hotelaria testemunhou um crescimento significativo”, explicou Miguel Maia, CEO da GGMCP e da GGMPI. “Somos impulsionados por um mercado turístico muito dinâmico e hoje, mais do que nunca, os hotéis expressam uma exigência sem precedentes por produtos de acolhimento únicos, onde sustentabilidade, transparência, rastreabilidade e confiança são palavras-chave. O nosso anterior espaço em Esposende já não podia oferecer a capacidade e as características técnicas necessárias para apoiar e fortalecer a nossa filosofia e crescimento presente e futuro.”

Líder no sector de produtos de acolhimento para hotéis há mais de 40 anos, o Groupe GM desenha, produz e distribui cosméticos e acessórios para o sector hoteleiro em mais de 70 países distribuídos por todos os continentes. Com uma rede internacional de agentes qualificados, o Groupe GM distribui um portfólio único de mais de 30 marcas. Além das suas próprias marcas, o Groupe GM assina contractos exclusivos de licenciamento mundial com marcas internacionalmente reconhecidas, incluindo marcas de cosméticos, moda, design e spa.

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários