Grupo JAP investe 25 milhões na África Oriental

A entrada do Grupo JAP no Uganda representou um investimento superior a três milhões de euros, mas mais cerca de 22 milhões de euros de investimento do grupo português estão previstos para outros mercados da África Oriental: Tanzânia e Quénia.

O grupo concessionário automóvel português JAP vai investir 25 milhões de euros em três países da África Oriental: Uganda, Tanzânia e Quénia.

Na semana passada, o grupo JAP, com sede em Paredes, oficializou o lançamento da Mobikey Truck & Bus, a sua nova empresa para representar a marca de veículos pesados MAN em Kampala, capital do Uganda, e Tororo.

A entrada do Grupo JAP no Uganda representou um investimento superior a três milhões de euros, mas mais cerca de 22 milhões de euros de investimento do grupo português estão previstos para outros mercados da África Oriental: Tanzânia e Quénia.

“Na África Oriental, com as aberturas em breve em Dar Es Salam, na Tanzânia, e em Nairobi, no Quénia, o Grupo JAP investirá um mínimo de 25 milhões de euros, gerando mais de 200 postos de trabalho altamente especializados”, revela um comunicado do Grupo JAP.

O documento esclarece que, “para além do investimento ambicioso, a Mobikey reforça a responsabilidade do grupo, optando pela captação e formação de habitantes locais”, acrescentando que, “no Uganda, a Mobikey tem uma equipa com mais de 80 colaboradores especializados em serviços relacionados com veículos pesados”.

“A Mobikey Truck & Bus é o segundo grande investimento do Grupo JAP além-fronteiras. Em 2010 (…), iniciou em parceria com a Mota-Engil, a Automatriz em Angola, uma empresa que oferece serviços de venda, pós-venda e peças, em veículos ligeiros, comerciais e pesados”.

Com 114 anos de existência, o Grupo JAP afirma controlar mais de 20 empresas, empregando mais de 1.500 colaboradores.

Em Portugal, o Grupo JAP representa marcas como a Sixt Rent-a-Car, BMW (Hendo), Volkswagen (JAPblue), Renault (JAPautomotive e Vesauto), entre outras, além de gerir a ‘megastore’ Matrizauto.

 

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários