Guerra entre Presidentes: Trump acusa Obama de dificultar transição

Presidente eleito dos EUA acusou o ainda chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, de fazer declarações “inflamatórias” e de dificultar o processo de transferência de poder.

“Estou a fazer o meu melhor para ignorar os muitos obstáculos e declarações inflamatórias do Presidente [Barack Obama]. Pensei que a transição seria suave. Mas não!”, escreveu o Presidente eleito na sua conta na rede social Twitter, sem especificar o género de obstáculos, nem as referidas declarações de Obama.

Donald Trump, vencedor das eleições do passado dia 08 de novembro, será empossado a 20 de janeiro de 2017, numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.

Dois dias depois das eleições, Trump e Obama encontraram-se na Sala Oval, o escritório presidencial na Casa Branca, e tentaram colocar de lado as divergências e os ataques dos longos meses de uma campanha eleitoral agressiva e amarga. Na mesma altura, os dois manifestaram o desejo de realizar uma transição pacífica.

Na passada segunda-feira, durante uma entrevista, Obama afirmou acreditar que seria reeleito para um terceiro mandato caso a Constituição norte-americana permitisse a sua candidatura.

O Presidente eleito utilizou igualmente a rede social Twitter para responder a Obama: “Nem pensar!”.

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários