INE confirma queda da inflação para 0,6% em fevereiro

O indicador de inflação subjacente (que exclui produtos alimentares não transformados e energéticos) também registou uma variação homóloga de 0,6%, valor inferior em 0,3 pontos percentuais ao registado em janeiro.

Cristina Bernardo

A inflação homóloga em Portugal caiu 0,4 pontos percentuais em fevereiro, face a janeiro, para 0,6%, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), confirmando a estimativa rápida do Índice de Preços no Consumidor, divulgada a 28 de fevereiro.

O indicador de inflação subjacente (que exclui produtos alimentares não transformados e energéticos) também registou uma variação homóloga de 0,6%, valor inferior em 0,3 pontos percentuais ao registado em janeiro.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 0,7%, taxa inferior em 0,4 pontos percentuais à do mês anterior e inferior em 0,5 pontos percentuais à estimativa do Eurostat para a área do euro.

Segundo a estimativa rápida do Eurostat, a taxa de inflação na zona euro recuou para 1,2% em fevereiro.

De acordo com a informação disponível relativa a janeiro de 2018, a taxa de variação homóloga do IHPC português foi inferior em 0,2 p.p. à da área do Euro. Tendo como referência a estimativa do Eurostat, a variação homóloga do IHPC português esta diferença terá aumentado em 0,5 p.p. em fevereiro.

(atualizada)

Ler mais
Relacionadas

BCE: taxas de juros de curto prazo manter-se-ão a “níveis muito baixos”

Benoit Coeure, membro do conselho de administração do Banco Central Europeu, acredita as taxas de juros de curto prazo se vão manter “além do horizonte” das compras de ativos.

Inflação abranda para 1,2% na zona euro

O valor fica 0,1 pontos percentuais abaixo dos 1,3% registados em janeiro e corresponde à expetativa dos analistas. Em Portugal, dados também conhecidos esta quarta-feira indicam que a inflação tenha caído para 0,6%.

Inflação portuguesa cai para 0,6% em fevereiro

O valor significa uma queda de 0,4 pontos percentuais em relação à taxa de 1% registada em janeiro. Após a estimativa rápida publicada esta quarta-feira pelo INE, os dados finais são conhecidos dia 12 de março.
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários