Itália: Conte desiste de formar governo e país pode ter de voltar às urnas

O primeiro-ministro indigitado, Guiseppe Conte, desistiu da tentativa de formar Governo após o presidente do país ter rejeitado a escolha de um eurocético para o lugar de ministro da Economia. “Devolvo o mandato e fiz tudo possível para cumprir a tarefa”, disse.

Giuseppe Conte

A crise política em italiana teve um novo episódio este domingo, com o primeiro-ministro indigitado Giuseppe Conte a desistir de formar governo após o presidente Sergio Mattarella ter rejeitado a escolha de um eurocético para o lugar de ministro da Economia.

Na passada quarta-feira, Mattarella tinha indigitado Conte para formar uma governo de coligação etnre Movimento 5 Estrelas e a Liga, um partido de extrema-direita, e quebrar o impasse político que dura desde 4 de março.

Conte e Matarella estiveram reunidos este domingo para discutir a nomeação de Paolo Savona, um economista que é contra o euro e a União Europeia, para ministro da economia. Mas mesmo antes do encontro ter terminado, a Reuters citou Matteo Salvini, lider da Liga, a dizer que a única opção que resta é de realizar novas eleições.

Após a reunião, Conte, um advogado que não tem experiência política que tinha devolvido o mandato para formar “um governo de mudança” e assegurou, citado pela Bloomberg, que “fez tudo possível para tentar cumprir essa tarefa”.

A situação política em Itália tem preocupado os líderes europeus e o investidores. Na sexta-feira, a taxa da dívida soberana italiana a 10 anos subiu para 2,461%, o nível mais elevado desde outubro de 2014 e o diferencial face à equivalente alemã tocou em 200 pontos base, máximos de quase um ano.

[Atualizada às 20h04]

Ler mais
Relacionadas

Moody’s sinaliza que pode cortar o ‘rating’ de Itália devido ao novo Governo

A agência de notação financeira anunciou que irá usar o período de revisão para avaliar o impacto da política orçamental e económica do novo governo no perfil de crédito de Itália, com um foco particular para dívida e défice.

Giuseppe Conte designado primeiro-ministro de Itália

Apesar de todas as polémicas, o nome escolhido pela coligação que vai governar o país foi aceite pelo presidente Sergio Mattarella.

Giuseppe Conte encarregado de formar Governo em Itália

Apesar das críticas, o M5S e a Liga confirmaram-no como escolha dos dois partidos para primeiro-ministro.

Sem passado político nem experiência governativa. Giuseppe Conte será o primeiro-ministro de Itália

Os dois partidos que vão formar o governo de coligação conseguiram finalmente chegar a um consenso. Mas ainda falta a última palavra do presidente da República.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários