Já há princípio de acordo: Santa Casa vai entrar no Montepio

Memorando foi assinado por Tomás Correia e Santana Lopes. Santa Casa vai mesmo ter uma posição no Montepio sendo que outras instituições podem aderir.

“O Montepio Geral Associação Mutualista (MGAM) e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) assinaram um memorando de entendimento que tem como objetivo estabelecer uma parceria entre estas entidades no âmbito do desenvolvimento da economia social”, pode ler-se no comunicado remetido para os órgãos de comunicação social ao final da tarde

Nesta informação divulgada à imprensa que o memorando “contempla a possibilidade de uma participação da SCLM na Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) abrindo o caminho para a participação de outras instituições da economia social no capital da CEMG”.

Assim, as duas instituições comprometeram-se em “encetar negociações” para “concretizar a participação da SCML e de outras entidades da economia social na CEMG em moldes que permitam, com pleno respeito pela independência do órgão de administração”.

No mesmo memorando está previsto ainda que as instituições acordam em “analisar o alargamento do seu entendimento a outras áreas, nomeadamente a da saúde e a outras áreas de intervenção e apoio social”.

Relacionadas

Santa Casa vai contratar banco de investimento internacional para avaliar Montepio

A instituição liderada por Pedro Santana Lopes vai decidir nos próximos dias sobre qual a entidade bancária a contratar.

Os sete pecados do Montepio

Como é possível que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa pretenda reforçar os capitais da Caixa Económica Montepio Geral? Enquadra-se na sua Missão? Que riscos envolve? O que motiva esta operação?

Bancos mutualistas europeus em contactos com o Montepio

A CMVM ainda não deu o registo à operação de troca do Montepio Geral que permita passagem a sociedade anónima.

“Não confia no Provedor? Eu confio”. Santa Casa no Montepio gerou debate entre Costa e Cristas

Primeiro-ministro reitera confiança na decisão de Santana Lopes e assegura que Governo nada tem a opor à entrada da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa no capital do Montepio.

Entrada da SCML no capital do Montepio Geral? “Parece-nos obviamente bem”, diz António Costa

“Nós respeitamos a autonomia das instituições,” ressalvou o primeiro-ministro, questionado sobre o possível investimento da SCML. “O senhor provedor [da SCML] perguntou ao Governo se tinha algo a opor e o Governo disse que não tinha nada a opor.”

Santana é sensível ao argumento do interesse nacional mas não expõe a Santa Casa a um risco “indevido”

“Deixou quase deixou de haver bancos portugueses e isso também preocupa o Banco de Portugal”. Por isso a Santa Casa está a avaliar se há condições para entrar no capital do Montepio. Está prevista uma posição de 10%.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários