Já pode escolher uma entidade para ‘doar’ 0,5% do IRS

A Autoridade Tributária já divulgou, no Portal das Finanças, a lista de cerca de 3.720 entidades que poderão beneficiar da consignação. Mas atenção: há uma gratuita e outra em que o contribuinte renuncia a uma dedução que poderia receber. Ambas são opcionais.

O prazo para entregar a declaração do IRS referente aos rendimentos de 2017 só começa no próximo domingo, mas já pode começar a preparar algumas questões. Entre elas, está a escolha da entidade a que pode doar parte do IRS ou IVA.

A Autoridade Tributária (AT) divulgou esta terça-feira, no Portal das Finanças, a lista de cerca de 3.720 entidades que poderão beneficiar da consignação. Para isso, é necessário saber o nome e o NIF de cada uma, que está disponível nesta lista. Em causa estão dois tipos de consignações: uma gratuita e outra responsabilidade do contribuinte.

A gratuita passa por encaminhar 0,5% do IRS pago para uma entidade terceira, a escolher da lista, sem qualquer custo adicional para a família, ou seja, o dinheiro passa do Estado diretamente para uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), uma instituição religiosa, uma associação recreativa ou a pessoas coletivas públicas que desempenhem atividades culturais.

Além disto, os contribuintes podem ainda doar a estas entidades, a poupança que surge das faturas de restaurantes, mecânicos, cabeleireiros e hotéis. Contudo, o contribuinte doa o valor à instituição escolhida, da lista, renunciando da dedução à colecta a seu favor.

Relacionadas

Tem investimentos? Saiba como os declarar no IRS e pagar menos impostos

Na altura de entregar a declaração do IRS, o Fisco por defeito considera a tributação autónoma dos diferentes rendimentos de capitais. O consumidor pode preferir, no entanto, o englobamento de todos os rendimentos da mesma categoria. Veja como fazer e o que compensa mais.

Consultório fiscal: que benefícios tem um casal com três filhos?

Pedro Barbosa Morais, associado do escritório Nuno Cerejeira Namora, Pedro Marinho Falcão, afirma que o “legislador português procura apoiar as famílias portuguesas, concedendo determinadas facilidades a famílias com três ou mais dependentes”. IMI, tarifa da água ou IRS são alguns dos exemplos.
Recomendadas

Saiba quais as medidas de segurança nos locais destinados à dança

É obrigatório ter serviço de vigilância com recurso a segurança privada, aplicável obrigatoriamente em espaços com lotação igual ou superior a 200 pessoas.

Está à procura de um sítio para ficar estas férias? Deco sugere Eco Hotel

Ao estar a selecionar a opção de ficar num alojamento Ecológico, está também a contribuir para garantir mais sustentabilidade e um meio ambiente muito melhor.
Comentários