Japão pede explicações à China sobre “visita secreta” de Kim Jong-un

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, pediu hoje explicações a Pequim sobre a visita do líder norte-coreano, Kim Jong-un, que discutiu com o presidente Xi Jinping futuras cimeiras com a Coreia do Sul e Estados Unidos.

“Queremos receber uma explicação completa por parte da China”, disse Abe durante um discurso no Parlamento japonês, avançando que o Japão “está a recolher e a analisar as informações desta visita secreta com grande interesse”.

O primeiro-ministro japonês valorizou a “disposição para o diálogo da Coreia do Norte”, mas reiterou que Pyongyang “deve abandonar seus programas nucleares e de mísseis de forma completa e irreversível”.

Abe, que é um forte defensor da política de “pressão máxima” sobre Pyongyang, em linha com Washington, tem mostrado ceticismo quanto à disposição do regime norte-coreano para dialogar, expressa pela primeira vez durante os Jogos Olímpicos de Inverno, organizados pela Coreia do Sul.

A Coreia do Norte confirmou hoje oficialmente que Kim Jong-un visitou a China, naquela que foi a primeira viagem ao estrangeiro desde que chegou ao poder em 2011, quando sucedeu ao pai, Kim Jong-il.

Segundo a agência oficial de notícias norte-coreana KCNA, Kim Jong Un disse ao presidente chinês, Xi Jinping, que era seu “dever solene” que Pequim fosse o destino de sua primeira viagem ao estrangeiro, durante um banquete oferecido na segunda-feira pelas autoridades chinesas.

Kim Jong un, que estava acompanhado pela mulher, convidou ainda o presidente chinês Xi Jinping para visitar a Coreia do Norte, um convite que terá sido já aceite, segundo a KCNA.

A visita ocorreu entre o último domingo e esta quarta-feira, divulgou a agência de notícias chinesa Xinhua, que avançou com a notícia na terça-feira.

Durante a visita, o líder norte-coreano terá manifestado abertura para realizar uma cimeira com os Estados Unidos e discutir com Seul a eliminação das armas nucleares na península coreana.

Ler mais
Relacionadas

Líderes da China e Coreia do Norte reúnem-se em Pequim

Os líderes da China e Coreia do Norte reuniram-se em Pequim, informou hoje a agência noticiosa chinesa Xinhua, na que foi a primeira viagem ao estrangeiro de Kim Jong Un desde que assumiu o poder, em 2011.

Comboio norte-coreano chegou a Pequim. Kim Jong-un esteve na comitiva?

O comboio que supostamente transportou Kim Jong-un já deixou Pequim mas a eventual visita do líder norte-coreano continua envolta em mistério.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários