Licor de Rosas da Quinta dos Prazeres premiado com ouro em concurso internacional

Bebida espirituosa foi o único produto de origem portuguesa a merecer ouro no concurso internacional CINVE 2018 que decorreu em Espanha.

O projeto Quinta Pedagógica dos Prazeres visa a sensibilização, educação e valorização do meio rural. É promovido pela paróquia local da freguesia dos Prazeres, na Calheta, Região Autónoma da Madeira, e integra um espaço de criação de animais.

O Licor de Rosas da Quinta Pedagógica dos Prazeres foi distinguido com a medalha de ouro no concurso internacional CINVE 2018, na categoria de bebidas espirituosas.

A bebida confecionada com pétalas de rosa colhidas na Quinta dos Prazeres foi a única de origem portuguesa a merecer esta distinção, numa prova que reuniu, em Espanha, quarenta personalidades de diversos países. O Licor de Rosas de aroma fino, perfumado e floral, convenceu o júri que reconheceu a da qualidade do produto confeccionado de modo artesanal.

Engarrafado em garrafas de 20 centilitros e com teor alcoólico de 23%, o licor de Rosas é um dos produtos produzido na Quinta gerida pelo padre Rui Sousa que tem contribuído para a promoção dos produtos regionais, com a confeção de compotas e doçarias regionais.

A qualidade dos produtos confecionados na Quinta dos Prazeres tem merecido diversas distinções. Exemplo disso, é o vinagre de sidra e maracujá, reconhecido como ‘O Melhor dos Melhores’ no Concurso Nacional de Vinagres de Vinho e Outros.

O projeto que visa a sensibilização, educação e valorização do meio rural é promovido pela paróquia local da freguesia dos Prazeres, na Calheta, Região Autónoma da Madeira e integra um espaço de criação de animais. A Quinta está aberta ao público em geral com uma entrada de valor simbólico cujo objectivo é contribuir para a manutenção.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários