Lidl paga ‘bónus’ de 400 euros a trabalhadores

O prémio destina-se aos colaboradores da Operação, que representam 90% do total, e será pago já este mês, revela Maria Roman, diretora de RH, ao JE.

Serão abrangidos pelo prémio colaboradores das lojas e entrepostos, bem como todos os escriturários e secretárias, que, “em conjunto, perfazem mais de 90% dos efetivos da empresa”, revelou Maria Roman, diretora de Recursos Humanos do Lidl Portugal ao Jornal Económico. A empresa emprega 6.500 pessoas e tem 250 lojas abertas de norte a sul do país. De fora do “bónus” ficam as chefias.

O valor do prémio é de 400 euros para os trabalhadores com uma carga horária semanal de 40 horas. Os restantes receberão um valor proporcional calculado com base na média da carga horária semanal entre março de 2017 e fevereiro de 2018. O pagamento será efetuado, já, este mês de março. “Valorizamos o desenvolvimento de carreiras e a formação, sublinha Maria Roman.

O prémio é uma iniciativa do Lidl Portugal e junta-se a outros benefícios, recentemente, concedidos aos trabalhadores. No total, estamos a falar de cinco milhões de euros, contabiliza a diretora de Recursos Humanos. O pacote de benefícios inclui também um seguro de saúde a todos os colaboradores da empresa com o valor de mercado de 400 euros; a que acresce a possibilidade de extensão do seguro a todo o agregado familiar em condições vantajosas e um cartão de 30 euros como presente de Natal.

Maria Roman enfatiza o pioneirismo da empresa no estabelecimento do ordenado mínimo nos 600 euros e o facto de pagar um subsídio de almoço no valor de 6,83 euros. Isto é, “assegurar condições superiores às acordadas no contrato colectivo de trabalho com pagamento de salários acima dos valores acordados no âmbito do CCT.”

Artigo publicado na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Relacionadas

Saiba qual é o supermercado mais barato (e mais caro) na sua região

Jumbo recupera a liderança entre as cadeias de supermercados com preços mais em conta, mas nada como ver qual a melhor opção concelho a concelho. Poupanças podem chegar às centenas de euros por ano.

Se faz compras e tem mais de 50 anos está oficialmente a ditar tendências

O consumidor de faixas etárias mais elevadas está a mudar e tem vindo a merecer cada vez mais atenção por parte do setor de bens de consumo.
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários