Madeira investe em programa de saúde oral e na contratação de mais dentistas

Estratégia regional abrangeu sete mil crianças e permitiu reduzir em 22% as cáries dentárias. Presidente do Governo diz que a prevenção e o investimento nos médicos de família são a receita para a sustentabilidade dos serviços nacionais de Saúde.

O Serviço Regional de Saúde (SESARAM) vai contratar, no âmbito da estratégia regional de Saúde Oral, mais três médicos dentistas. A ideia é, avançou ao Económico Madeira, o secretário regional Pedro Ramos, cobrir as áreas de Machico, São Vicente e Câmara de Lobos.

“Ao nível nacional, há o cheque-dentista, aqui nós não precisamos porque temos dentistas nos centros de saúde e hospital”, afirma Pedro Ramos.

Na Madeira, a estratégia para a saúde oral já abrangeu, desde 2016, sete mil crianças, conseguindo uma redução das cáries dentárias na ordem dos 22%. Atualmente, o plano regional inclui os programas ‘Madeira a Sorrir’, ‘Alimentar Sorrisos para as grávidas’, ‘Intervenção Precoce na Oncologia’ e ‘+ 65 anos’. A meta é, de acordo com o presidente do Governo, Miguel Albuquerque, “abarcar toda a população escolar da Região”.

A saúde oral esteve durante muitos anos centrada em situações de urgência, recordou esta terça-feira, o presidente do Governo. Hoje, defendeu, as metodologias devem apostar na prevenção, na deteção e na criação de hábitos saudáveis, uma estratégia que deve se estender a todos as áreas da saúde.

“A essência da saúde pública passa hoje pela prevenção. A sustentabilidade dos sistemas nacionais de Saúde passa em grande medida pelo alargamento da rede de cuidados primários, através da introdução de práticas e hábitos de vida saudáveis, aviação periódica das pessoas e um investimento nos médicos de família”, concluiu Albuquerque que presidiu, esta manhã, à conferência ‘Promoção da Saúde Oral na RAM’.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários