Mais corpos encontrados. Número de mortos em incêndio na Grécia sobe para 93

Patrulhas continuam as buscas no mar para encontrar vítimas dos incêndios que, há uma semana, destruíram duas localidades balneares perto de Atenas.

A polícia portuária grega anunciou ter resgatado do mar mais dois corpos de vítimas dos incêndios de 23 de julho, o que faz subir para 93 o balanço de mortos dos fogos que devastaram Mati e Rafina.

Desde os incêndios foram “resgatados oito corpos, os últimos dois na segunda a na terça-feira”, disse fonte da marinha mercante à agência France-Presse.

O primeiro, resgatado na segunda-feira, foi encontrado ao largo de Mati, a localidade mais atingida pelos fogos, e o segundo no Golfo Sarónico, na costa oeste da Ática.

No sábado, os serviços de bombeiros anunciaram que o número estimado de desaparecidos é 25, mas alguns destes, se não todos, podem estar entre os 28 cadáveres que ainda não foram identificados.

Muitas pessoas que se lançaram à água para escapar às chamas afirmaram ter esperado por ajuda no mar durante várias horas.

O fogo florestal de 23 de julho foi o que mais vítimas mortais fez na Europa em mais de 100 anos, segundo a base de dados do Centro para a Investigação sobre Epidemiologia de Desastres, em Bruxelas.

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários