Mais de 18 mil trabalhadores do Estado pediram para integrar quadros

O ministro das Finanças, Mário Centeno afirmou, ainda, que, “durante o mês de julho”, pretende apresentar uma proposta de lei à Assembleia da República sobre esta matéria.

No âmbito do programa de regularização de trabalhadores precários, foram mais de 18 mil os funcionários do Estado que apresentaram, até à passada segunda-feira, um requerimento para integrar os quadros da administração pública.

Foi Mário Centeno, ministro das Finanças, quem o avançou, na comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social, tendo afirmado que “até ontem [segunda-feira], através do site, tinham dado entrada 18,435 mil requerimentos”, maioritariamente provenientes da área da saúde (5,796 pedidos), cita a Lusa.

Foram ainda registados 5,123 requerimentos na área da educação, 1,964 pedidos na área da ciência, tecnologia e ensino superior e ainda 1,555 pedidos de funcionários na área do trabalho, solidariedade e segurança social, acrescentou o ministro.

Centeno afirmou, ainda, que, “durante o mês de julho”, pretende apresentar uma proposta de lei à Assembleia da República sobre esta matéria, finaliza a Lusa.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários