Marinha reforça posição nas Selvagens

O capitão-de-mar-e-guerra Paulo Silva Ribeiro já assumiu o cargo de Comandante da Zona Marítima da Madeira e apesar e satisfeito com os meios que dispõe na Região admite um eventual reforço desde que seja encarado como uma mais-valia ara as ações que a Marinha realiza. Ministro da Defesa vai em Julho às Selvagens.

Silva Ribeiro é cumulativamente diretor do subcentro de busca e salvamento marítimo do Funchal, capitão do porto do Porto Santo e comandante local da polícia marítima da Madeira e do Porto Santo.

O novo Comandante da Zona Marítima da Madeira desloca-se esta semana às Selvagens e considera que os meios colocados na Região ao serviço da Marinha “são os adequados à missão e são aqueles que é possível termos”.

Falando no final de uma audiência com o Representante da República,

Silva Ribeiro admitiu a possibilidade de poder haver um “eventual reforço de meios para a Região desde que tal seja entendido como uma mais-valia e uma necessidade para as missões que a Marinha desenvolve na Madeira.

A deslocação às Selvagens, prende-se com a disponibilização pela marinha de uma lancha anfíbia preparada para operar naquele território.

Ministro da Defesa vai às Selvagens

O novo comandante da Zona Marítima da Madeira confirmou que em Julho será inaugurado o novo posto da Marinha na Selvagem Grande cerimónia que contará com a presença do Ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes.

O novo comandante da Zona Marítima da Madeira

Natural de Lisboa, o Capitão-de-mar-e-guerra Paulo Jorge da Silva Ribeiro nasceu em Lisboa, em 1962, tendo exercido, entre outras, as funções de Chefe de serviço e de Oficial de ação tática nas fragatas Magalhães Correa e Comandante Roberto Ivens. Foi Comandante dos navios patrulha Cuanza e Cacine, e da fragata Comandante Sacadura Cabral, tendo realizado três comissões na Zona Marítima da Madeira, entre 1992 e 1995. Realizou diversas missões nas Ilhas Desertas e Selvagens, no apoio ao Parque Natural da Madeira.

Foi Capitão do Porto e da Polícia Marítima de Peniche.

Prestou serviço na Divisão de Operações do Estado-Maior Internacional do Comité Militar da NATO, no quartel-general em Bruxelas, Reino da Bélgica.

É especializado em Artilharia Naval.

Está habilitado com o Curso Geral Naval de Guerra e com o Curso de Promoção a Oficial General.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários