México: Obrador, o “político de alto risco” que promete enfrentar Trump

O esquerdista Andrés Obrador lidera as sondagens no México. Autonomeado “político de alto risco”, o candidato propõe-se a iniciar uma transformação democrática no país e promete fazer frente aos EUA no que toca à imigração e comércio.

Andrés Manuel López Obrador está perto de se tornar o próximo presidente do México, nas eleições que acontecem este domingo, dia 1 de julho. Descrito como “populista de esquerda”, o candidato lidera as sondagens, beneficiado pelos sucessivos escândalos de corrupção que abalaram o atual partido no poder e que mancharam a credibilidade das forças políticas tradicionais. As semelhanças com o líder norte-americano já lhe valeram o título de “Donald Trump mexicano”, mas o programa eleitoral de AMLO – como é conhecido entre os mexicanos – promete criar grandes dificuldades ao presidente do outro lado do muro.

São ambos fervorosos nacionalistas e agarram-se a visões nostálgicas dos velhos tempos de glória. Donald Trump fez do “America First” [América Primeiro] o slogan do seu mandato na Casa Branca, enquanto AMLO promete fazer do México “uma nação livre e soberana, verdadeiramente independente, que participe no panorama internacional sem se render aos impérios”. Os dois são vistos como homens de sucesso: Trump fez fortuna no setor imobiliário e Obrador é um dos políticos mais influentes das últimas duas décadas no México. E aparentam-se ainda na vontade de reverter políticas aprovadas pelos seus antecessores, além de serem ambos criticados pelo seu autoritarismo e pela capacidade de moverem fielmente multidões em torno dos seus ideais.

 

Artigo publicado na edição semanal do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Relacionadas

Eleições na América Latina: riscos políticos trazem à tona fragilidade social e corrupção

Na análise ao período de eleições que a América latina vai viver, o índice de risco político da Coface mostra que as fragilidades sociais e a corrupção são os assuntos mais sérios.

Brasil: Supremo Tribunal Federal nega novo pedido de liberdade a Lula da Silva

A decisão foi tomada pelo juiz Alexandre de Moraes, que arquivou também as queixas da defesa contra a condução dos processos relacionados com o escândalo de corrupção da Lava Jato.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários