Moeda do Mundial 2018 para colecionar chega dia 22

O Banco de Portugal vai pôr em circulação uma nova moeda de coleção em liga de cuproníquel com o custo de 2,50 euros.

A moeda comemorativa da participação da Seleção Nacional de Futebol no Campeonato do Mundo da FIFA 2018 vai ser posta em circulação na próxima quinta-feira, dia 22 de março, informou o Banco de Portugal.

O regulador bancário adiantou que a nova peça coleção será de liga de cuproníquel e terá o custo de 2,50 euros, sendo que distribuição será feita pelas instituições de crédito e das tesourarias. “O interessado deve preencher um impresso próprio, onde se identifica e discrimina, por designação e valor facial, a quantidade de moeda de coleção que pretende adquirir”, explica o banco central.

A designada “Campeonato do Mundo da FIFA 2018” tem uma emissão máxima de 100 mil moedas com acabamento normal. A sua cunhagem foi aprovada pela Portaria nº 68/2018, sobre o plano de emissões de moedas comemorativas para 2018, publicada em Diário da República no passado dia 8 de março.

“A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), fica autorizada, no âmbito do plano de emissões de moedas comemorativas para 2018, a cunhar e a comercializar as seguintes moedas de coleção: uma moeda designada «O Barroco», integrada na série «Europa»; uma «Espigueiros do Noroeste Peninsular», da série «Etnografia Portuguesa»; uma «Rosa Mota», da «Ídolos do Desporto»; uma «A Águia-Imperial», da «Espécies de animais ameaçados»; uma «Trevo de 4 Folhas», da «Espécies de plantas ameaçadas»; uma «Eduardo Souto Moura», da «Arquitetura Portuguesa»; uma «Campeonato do Mundo da FIFA 2018» e uma «Centenário do Armistício»”, refere o diploma.

A 9 de junho, a Seleção Nacional de Futebol viaja para a Rússia, onde se estreia no Mundial 2018 a 15 de junho, frente a Espanha. No dia 20 joga com a equipa de Marrocos e a 25 com o Irão.

Relacionadas

Eusébio remata e… chega à nota de zero euros

Eusébio da Silva Ferreira, equipado com a camisola do Sport Lisboa e Benfica, é o primeiro futebolista português a ser retratado na nota de zero euros. Nota tem uma edição limitada de cinco mil exemplares.
Recomendadas

Inovação e empreendedorismo

Há que aplicar as novas tecnologias à cadeia de valor de uma empresa para que esta possa fornecer a melhor resposta ao cliente, conhecendo e focando-se nas necessidades que este tem. Neste ponto as startups representam uma mais-valia.

CGD avalia ações contra gestores que aprovaram crédito a Vale do Lobo

Advogados da CGD estão a avaliar ações cíveis contra gestores da administração de Santos Ferreira que deram ‘luz verde’ a operação Vale do Lobo. Parecer é entregue após o verão para decisão final.

JP Morgan bem posicionado para liderar entrada em bolsa da WeWork

Dona da WeWork vai emitir obrigações até seis mil milhões de dólares e fontes próximas da empresa revelaram que a instituição financeira que montar esta operação poderá ter papel ativo na entrada em bolsa da WeWork.
Comentários