MPT preocupado com isolamento do Porto da Cruz

O partido acusa a Câmara Municipal de Machico e a Junta de Freguesia do Porto da Cruz de virarem as costas às populações e teme que o impedimento do acesso de visitantes por via automóvel ao centro da vila cause danos irreversíveis à freguesia.

O MPT Madeira vai fazer um abaixo-assinado a contestar a medida que a Câmara Municipal de Machico e a Junta de Freguesia do Porto da Cruz está a implementar que impede o acesso de turistas e visitantes por via automóvel ao centro da vila do Porto da Cruz.

Para o partido esta medida, a que se junta o encerramento dos balcões dos CTT, vai provocar “danos irreversíveis” ao Porto da Cruz, e que isso também leve a que os estabelecimentos comerciais “fechem de portas” e com isso se mande pessoas para o desemprego.

O MPT acusa a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de virarem as costas à freguesia. O partido manifesta ainda o seu apoio para com os comerciantes e trabalhadores do Porto da Cruz e denuncia o fecho dos balcões dos CTT.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários