Multa às farmácias reduzida em 92%

Multa referente à alegada violação das regras da concorrência no mercado de estudos sobre o consumo de medicamentos foi severamente reduzida.

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) reduziu hoje em 92% a multa aplicada pela Autoridade da Concorrência à Associação Nacional das Farmácias (ANF) e às empresas suas participadas, Farminveste e hmR, por alegada violação das regras da concorrência no mercado de estudos sobre o consumo de medicamentos.

Em dezembro de 2015, a Autoridade da Concorrência, decidira aplicar coimas no valor de 10,4 milhões de euros, agora reduzidas para 815 mil euros pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

Em comunicado, a ANF garante que a Farminveste e hmRe agiram sempre no estrito cumprimento das leis da concorrência e que o mercado português e a livre concorrência beneficiaram com a entrada em atividade da hmR, empresa portuguesa exportadora, com atividade em Espanha e na Irlanda.

 

 

Recomendadas

“Dietas milagrosas” contrariam forma saudável de perder peso, alerta Deco

Para perder peso e manter a saúde, a dieta deve ser variada, eliminar os alimentos hipercalóricos, contemplar nunca menos de 1200 quilocalorias diárias (no caso das mulheres) e 1500 quilocalorias (no caso dos homens).

Gastos irregulares de cinco hospitais públicos sob suspeita

Inspeção-Geral das Atividades em Saúde realizou auditorias a cinco hospitais públicos e encontrou gastos irregulares no valor de 23,5 milhões de euros. 

Saúde. Privados investem 750 milhões de euros na criação de 19 hospitais até 2020

O grande reforço da oferta privada é em Lisboa e no Porto. Mas também há uma aposta em novas regiões como na Madeira, Açores, Vila Real ou Viseu, de acordo com o presidente da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, Óscar Gaspar.
Comentários