Mundial2018: Croácia nos ‘quartos’, após bater Dinamarca nos penáltis

Nos quartos de final, a Croácia defronta no próximo sábado, em Sochi, a Rússia, que hoje eliminou, também nas grandes penalidades, a Espanha.

FIFA World Cup Russia 2018

A Croácia apurou-se hoje para os quartos de final do Mundial2018 em futebol, ao bater a Dinamarca nos penáltis por 3-2, após 1-1 no tempo regulamentar e prolongamento, em Novgorod, Rússia.

O jogo teve um arranque movimentado, com a Dinamarca a adiantar-se logo no primeiro minuto, através de Mathias Jorgensen, mas os croatas reagiram quase de imediato e igualaram três minutos depois, por Mario Mandzukic.

O resultado não se alterou até final do tempo regulamentar e prolongamento, apesar de a equipa croata ter desperdiçado uma flagrante oportunidade, mas Luka Modric, a três minutos do termo do prolongamento, falhou uma grande penalidade, permitindo a defesa a Kasper Schmeichel.

Nas grandes penalidades, o guarda-redes croata Danijel Subasic defendeu três remates dinamarqueses, enquanto Schmeichel só deteve dois, seguindo e Croácia em frente.

Nos quartos de final, a Croácia defronta no próximo sábado, em Sochi, a Rússia, que hoje eliminou, também nas grandes penalidades, a Espanha.

Recomendadas

Especialistas defendem aprovação da requisição civil pelo Governo antes da greve dos motoristas

Por o setor dos combustíveis ser transversal a muitos setores económicos, especialista em legislação laboral defendem que o Governo pode avançar para a requisição civil antes da greve, tal como aconteceu na TAP em 2014.

Como sobreviver à greve dos motoristas de combustível? Siga estas 5 dicas

Consulte o manual de sobrevivência elaborado pela Deco para a greve dos motoristas dos combustíveis.

Greve dos camionistas: AIP apela aos “bens superiores” da Constituição para travar a paralisação

A associação presidida por José Eduardo Carvalho alerta o Governo para que os serviços mínimos para minorar os efeitos desta paralisação abranjam as indústrias transformadoras que fiquem condicionadas pela falta de abastecimento de combustíveis como o gás natural, gás propano liquefeito (GPL), azoto líquido e oxigénio.
Comentários