Nacional da Madeira muda treinador

O Nacional, penúltimo classificado da I Liga portuguesa de futebol e com uma carreira até este momento negativa, ficou muito aquém do pretendido pela direção do clube insular que resistiu a mudanças no corpo técnico, sobretudo por razões financeiras.

Contudo, tal posição foi alterada devido à pressão dos adeptos alvi-negros. A derrota no Funchal com o Boavista, na última jornada, os lenços brancos exibidos pelos adeptos no final desse jogo e as críticas desportivas à forma de jogar do clube e ao estado físico de muitos jogadores, acabaram por retirar a Manuel Machado qualquer possibilidade de continuidade.

A rescisão foi acertada ontem durante uma reunião entre o treinador e o presidente do clube madeirense, Rui Alves.

Manuel Machado é um treinador com uma relação muito próxima com o Nacional da Madeira, onde esteve nas últimas quatro épocas e meia. A equipa madeirense, que nos últimos 10 jogos realizados apenas venceu um, ocupando a 16.ª posição e praticamente sem possibilidades de lutar por uma presença numa competição europeia, objectivo desportivo que sem ter sido abertamente assumido, constituía o objectivo da direção.

O Nacional foi também eliminado da Taça de Portugal pelo Torreense e afastado da Taça da Liga pelo Paços Ferreira.

Rui Alves em declarações aos jornalistas explicou ser avesso a “chicotadas psicológicas” mas reconheceu que a situação chegou a um estado que era impossível ignorar pelo que alguma coisa teria que ser feita. No site institucional o clube agradece a Manuel Machado “todo o profissionalismo, competência e dedicação que sempre revelou ao serviço do clube, desejando-lhe os maiores sucessos pessoais e profissionais”.

Embora sem confirmação oficial tudo indica que o antigo jogador sérvio e ex-treinador do clube madeirense, Predrag Jokanovic, 48 anos, que recentemente abandonou o futebol angolano, estará em vias de regressar ao clube madeirense. Até ao momento não há nenhuma confirmação oficial desta contratação.

O Nacional ocupa a 16ª posição com 11 pontos, os mesmos do Moreirense e mais um que o Tondela, último classificado. Os madeirenses em 15 jogos realizados perderam 10.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários