Novo Banco regista crescimento de 27% no crédito à tesouraria das empresas até abril

A instituição, que se assume como banco de referência das PME portuguesas, explica que “o Factoring e o Confirming disponibilizados pelo Novo Banco são soluções financeiras especialmente desenhadas para a gestão da tesouraria das empresas”.

Cristina Bernardo

O Novo Banco registou um aumento de 27% no financiamento concedido às empresas sob forma de Factoring e Confirming nos primeiros quatro meses de 2018 face ao período homólogo, depois de no ano passado ter registado um aumento de 41%.

O banco diz em comunicado que “este forte ritmo de crescimento decorreu do reforço das equipas de gestores especialistas nestes produtos estratégicos, que diariamente estão no terreno a acompanhar a rede de centros de empresas e rede de balcões do Novo Banco em todo o país”.

A instituição, que se assume como banco de referência das PME portuguesas, explica que “o Factoring e o Confirming disponibilizados pelo Novo Banco são soluções financeiras especialmente desenhadas para a gestão da tesouraria das empresas”.

“Por via destes instrumentos de crédito especializado, as empresas transferem para o Banco a gestão das suas cobranças e libertam recursos financeiros e humanos para o seu funcionamento, ao mesmo tempo que reduzem prazos de recebimento e melhoram os seus Balanços”, conclui o banco.
 

Recomendadas

Inovação e empreendedorismo

Há que aplicar as novas tecnologias à cadeia de valor de uma empresa para que esta possa fornecer a melhor resposta ao cliente, conhecendo e focando-se nas necessidades que este tem. Neste ponto as startups representam uma mais-valia.

CGD avalia ações contra gestores que aprovaram crédito a Vale do Lobo

Advogados da CGD estão a avaliar ações cíveis contra gestores da administração de Santos Ferreira que deram ‘luz verde’ a operação Vale do Lobo. Parecer é entregue após o verão para decisão final.

JP Morgan bem posicionado para liderar entrada em bolsa da WeWork

Dona da WeWork vai emitir obrigações até seis mil milhões de dólares e fontes próximas da empresa revelaram que a instituição financeira que montar esta operação poderá ter papel ativo na entrada em bolsa da WeWork.
Comentários