O que dizem os jornais esta sexta-feira?

Conheça aqui os principais títulos do dia.

Hoje, 9 de junho, o Jornal Económico está nas bancas com: “Ministério Público investiga barragens da EDP e da Iberdrola”; “Porto de Lisboa vale 58 milhões de euros”; “Governo ouve banqueiros sobre malparado”, entre outros.

Na capa do Diário de Notícias: “Trabalho efetivo vale menos 16% desde a saída da troika”. As eleições britânicas também são noticiadas no matutino, com “Vitória amarga de Theresa May e resultado encorajador para Corbyn”.

O Público faz manchete com a notícia de que “Governo propõe a juízes aumento de 155 euros por mês”. Na mesma edição, destaque para a entrevista ao ministro do Trabalho, que “diz não à esquerda nas reformas”.

O Jornal de Negócios escreve: “Governo propõe gestão concentrada do malparado”; “Novos empregos com salário médio de 688 euros” e também “Cresce cenário de fusões e aquisições nos media”.

No Correio da Manhã: “Aviso da PGR: Trava buscas a emails do Benfica”; “Partidos políticos devem 33,4 milhões” e ainda “Espião entrega colegas do SIS”.

O Jornal de Notícias revela: “Contratos precários disparam e só pagam salário mínimo”. O diário escreve ainda sobre literatura: “Prémio Camões para o poeta Manuel Alegre”.

O jornal I dá hoje enfoque ao melhor de Portugal: “20 portugueses revelam as suas escolhas”. Além disso, uma grande entrevista ao escritor angolano José Eduardo Agualusa.

Ler mais
Recomendadas

“Oferta audiovisual dos clubes não colide com direitos de transmissão”

Clubes portugueses têm estratégias de media para obter mais influência, mais consumo e receitas. Plano não deve colidir com os direitos de imagem. Centralização é inevitável, diz especialista.

Receitas milionárias e valor superior a mil milhões leva Eleven Sports a assegurar direitos da segunda liga inglesa

O interesse da Eleven Sports no Championship justifica-se também pela presença de atletas portugueses que participam na prova.

O Jornal Económico num minuto

O Jornal Económico desta semana já está disponível nas bancas de todo o país e na plataforma JE Leitor, para os nossos assinantes digitais.
Comentários