Oferecem-se batatas em Setúbal. Sabe porquê?

Produtores da Península de Setúbal vão oferecer na sexta-feira batatas aos consumidores, numa ação que vai decorrer no Montijo em protesto contra o baixo preço pago à produção. Uma delegação de produtores de batata vai primeiro deslocar-se à Zona Agrária da Península de Setúbal, também no Montijo, para entregar um documento que pretendem que chegue […]

Produtores da Península de Setúbal vão oferecer na sexta-feira batatas aos consumidores, numa ação que vai decorrer no Montijo em protesto contra o baixo preço pago à produção.

Uma delegação de produtores de batata vai primeiro deslocar-se à Zona Agrária da Península de Setúbal, também no Montijo, para entregar um documento que pretendem que chegue às mãos da ministra da Agricultura, Assunção Cristas.

“Os produtores vivem uma situação preocupante. É inaceitável o preço da batata à produção, em que oferecem cinco ou seis cêntimos ao quilo, tendo também em conta o aumento dos custos para os produtores, em eletricidade, adubos ou gasóleo”, disse hoje à Lusa Avelino Antunes, assessor da Associação de Agricultores do Distrito de Setúbal (AADS).

O responsável explicou que se pretende discutir o assunto numa reunião com a ministra, referindo que a oferta de batatas aos consumidores visa alertar para a situação que o setor está a viver.

“Vamos oferecer batatas, uma ou duas toneladas, porque os produtores entendem que, a este preço, é quase oferecer. Vamos também entregar um documento em que se explica a situação que os produtores vivem”, defendeu.

A oferta vai decorrer junto à entrada do espaço comercial do Fórum Montijo, ao final da manhã de sexta-feira.

“Esta situação conduz ao desaparecimento de muitos produtores e temos muitos que querem desistir. O que dizem é que a batata chega de Espanha a esse preço, de cinco ou seis cêntimos, mas é preciso ver quais são os custos de produção lá e a ajudas que têm”, concluiu.

Ler mais
Recomendadas

Vistos gold: Investimento captado mais do que triplicou em julho para 98,2 milhões de euros

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ mais do que triplicou (aumentou 276%) em julho, face ao período homólogo de 2018, para 98,2 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nos dados estatísticos do SEF.

Número de viciados em jogo online aumentou mais de 8% em Portugal

No espaço de seis meses, 38.600 pessoas pediram para ser impedidas de jogar online, mais 3.200 pessoas face a 2018, uma subida de 8,3%.

Avião de carga aterrou de emergência no aeroporto do Porto  

Um avião de carga com dois tripulantes fez hoje uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.