ONU: Adiar mudança da embaixada para Jerusalém foi uma “sábia decisão”

Donald Trump prometeu na campanha presidencial que iria mudar a embaixada dos EUA em Israel de Telavive para Jerusalém. Hoje a Casa Branca anunciou que essa decisão foi adiada.

Stephane Dujarric, porta-voz da ONU disse que a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em adiar a mudança da embaixada do país de Telavive para Jerusalém é “uma sábia decisão”, citado pela Lusa.

“O estatuto de Jerusalém é um problema essencial que só pode ser resolvido através de uma solução política negociada” do conflito israelo-palestiniano, disse o representante da ONU.

“O secretário-geral [António Guterres] espera que esta decisão possa contribuir para facilitar o reinício de um verdadeiro processo de paz”, acrescentou.

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários