Operação do avião cargueiro na Madeira abaixo das expetativas

Swiftair vai passar a voar para os Açores, revelou ao Económico Madeira António Beirão, CEO do consórcio MAIS. Na Região, espera-se que o início do transporte de peixe fresco impulsione a ligação.

A taxa de ocupação do avião cargueiro que liga a Madeira a Lisboa está abaixo das projeções do Consórcio MAIS, a operar na Região há sete meses. A ligação tem sido muito afetada pelo mau tempo e o volume de mercadorias transportado para a capital é ainda baixo, mas não está em causa a sua continuidade, garantiu ao Económico Madeira António Beirão, CEO do Consórcio MAIS, constituído entre a companhia aérea espanhola Swiftair, o broker de aviação ALS e a empresa logística Madeirense Loginsular.

Recentemente, a abertura da unidade para exportação de pêra abacate e anona – que vai permitir à GESBA escoar e comercializar o produto para fora do território regional – viabilizou o aumento de voos da Swiftair, que passou a fazer ligações diárias para a Região.

A decorrer estão conversações com os empresários da área da aquacultura para viabilizar o transporte de peixe fresco a partir da Madeira no próximo mês.

A Swiftair, soube o Económico Madeira, está fora ligação entre a Madeira e o Porto Santo, mas vai avançar para os Açores já este mês.

Artigo publicado na edição de março do Económico Madeira. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários