Ministério do Ambiente vai assinar contratos para 13 municípios se adaptarem às alterações climáticas

O Fundo Ambiental recebeu 31 candidaturas a este aviso, das quais foram admitidas 11. As candidaturas aprovadas representam um investimento de 2,1 milhões de euros, financiados em 1,6 milhões de euros pelo Fundo Ambiental.

O Ministério do Ambiente vai assinar esta segunda-feira, dia 16 de julho, 13 contratos de financiamento relativos ao aviso do Fundo Ambiental para a ‘Adaptação do Território às Alterações Climáticas’.

A cerimónia vai realizar-se no Espaço Memória da Câmara Municipal do Barreiro, às 15:30 horas, com a presença do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes.

“O Fundo Ambiental recebeu 31 candidaturas a este aviso, das quais foram admitidas 11. As candidaturas aprovadas representam um investimento de 2,1 milhões de euros, financiados em 1,6 milhões de euros pelo Fundo Ambiental”, adianta um comunicado do Ministério do Ambiente.

Segundo esse comunicado, o aviso nº 2434/2018, de 21 de fevereiro, “foi criado para os municípios ou associações de municípios com candidaturas de redução de risco de incêndio, de criação de espaços verdes e de soluções de regulação da temperatura ambiente em espaços urbanos”.

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, irá presidir à sessão de encerramento desta assinatura de contratos.

 

Ler mais
Relacionadas

Novas taxas sobre o plástico em dois ou três anos, admite ministro do Ambiente

Ainda que se afirme convencido que Portugal vai cumprir as metas fixadas no domínio da reciclagem, João Pedro Matos Fernandes admitiu também que no futuro se tenha de pagar uma tara por uma garrafa de plástico.

Semana do Ambiente centrada na água, eficiência de materiais e plásticos

Iniciativa integra-se no Dia Mundial do Ambiente, assinalado na terça-feira com a presença em eventos, em cada dia, e em vários pontos do país.
Recomendadas

Governo disponibiliza 600 mil euros para apoiar agricultores de Mação, Vila de Rei e Sertã

Esta decisão decorre da publicação, hoje, em Diário da República, de um despacho que reconhece este incêndio como “catástrofe natural”.

Fundo Ambiental vai aplicar um milhão de euros na adaptação às alterações climáticas

Proteção ao litoral, na recuperação de solos e na reabilitação da rede hidrográfica são algumas das áreas em que o Fundo Ambiental poderá conceder apoio financeiro.

Parlamento recomenda ao Governo declaração do estado de urgência climática

Foi publicada nesta segunda-feira, 29 de julho, a resolução da Assembleia da República que recomenda ao Executivo de António Costa que assuma o compromisso de promover a máxima proteção de pessoas, economias, espécies e ecossistemas, e de restaurar condições de segurança e justiça climáticas.
Comentários