Pedro Alves autorizado na administração do Montepio e vai liderar Montepio Crédito

O Banco de Portugal aprovou Pedro Alves como administrador da Caixa Económica Montepio Geral, mas apenas para não executivo. Paralelamente foi pedido ao supervisor bancário autorização para Pedro Alves ser presidente executivo da Montepio Crédito, instituição financeira no setor do crédito especializado do grupo Montepio.

O administrador da Caixa Económica Montepio Geral que tinha sido proposto na lista que agora é liderada por Carlos Tavares, já tem luz verde do Banco de Portugal para administrador não executivo do banco.

Pedro Alves, que inicialmente estava proposto para administrador executivo acaba de ser aprovado pelo regulador para administrador não executivo, sabe o Jornal Económico. Isto porque Pedro Alves é coordenador do centro corporativo da Associação Mutualista e pelo facto de ter funções no acionista do banco, passou para administrador não executivo. Até porque o supervisor continua a querer que haja uma separação entre a Associação Mutualista e a Caixa Económica.

Paralelamente foi pedido ao supervisor bancário autorização para Pedro Alves ser presidente executivo da Montepio Crédito, instituição financeira no setor do crédito especializado do grupo Montepio. Nesta altura a presidência desta subsidiária do banco está nas mãos de Manuel Baptista.

Pedro Alves deverá acumular a administração não executiva do banco liderado por Carlos Tavares com a presidência da Montepio Crédito.

Neste momento a Caixa Económica é liderada por Carlos Tavares que até 16 de setembro vai assumir a função apenas de CEO (devendo ser escolhido um Chairman até lá), tal como o Jornal Económico noticiou na edição de 6 de julho.

Como vogais não executivos estão Luís Guimarães;  Amadeu Ferreira de Paiva;  Manuel Ferreira Teixeira; Vítor do Carmo Martins; Rui Heitor e agora Pedro Alves.

Como vogais executivos: Nuno Mota Pinto; José Carlos Mateus; Pedro Ventaneira; Carlos Leiria Pinto; e Helena Costa Pina.

O Jornal Económico confirmou que para a comissão executiva do banco vai também Leandro Silva, que vem do BNU Macau.

(atualizada)

Ler mais
Recomendadas

Inovação e empreendedorismo

Há que aplicar as novas tecnologias à cadeia de valor de uma empresa para que esta possa fornecer a melhor resposta ao cliente, conhecendo e focando-se nas necessidades que este tem. Neste ponto as startups representam uma mais-valia.

CGD avalia ações contra gestores que aprovaram crédito a Vale do Lobo

Advogados da CGD estão a avaliar ações cíveis contra gestores da administração de Santos Ferreira que deram ‘luz verde’ a operação Vale do Lobo. Parecer é entregue após o verão para decisão final.

JP Morgan bem posicionado para liderar entrada em bolsa da WeWork

Dona da WeWork vai emitir obrigações até seis mil milhões de dólares e fontes próximas da empresa revelaram que a instituição financeira que montar esta operação poderá ter papel ativo na entrada em bolsa da WeWork.
Comentários