Perfil: Paulo Gonçalves, como o especialista do Porto e do Boavista chegou ao Benfica

Foi um dos responsáveis pela criação da SAD do Porto, primeiro, e, depois, da SAD do Boavista. Ruma à Luz pela mão de José Veiga, depois de gorada a possibilidade de integrar a equipa dirigente da Liga de Clubes.

Paulo Gonçalves, o responsável pelo departamento jurídico do Sport Lisboa e Benfica foi detido esta terça-feira por suspeita de corromper funcionários judiciais para ter acesso acesso a informações sobre os processos judiciais em que o clube está envolvido. Nascido no Porto, considerado um dos mais experientes e reputados especialistas em direito desportivo, Paulo Gonçalves iniciou o seu trabalho no futebol – onde está desde sempre – ao serviço do Futebol Clube do Porto.

Foi um dos responsáveis pela criação da Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, no final da década de 1990 (a SAD foi constituída a 5 de Agosto de 1997), logoa  seguir a terminar o curso de Direito, surgindo no clube aliado a Alexandre Pinto da Costa, empresário e filho do histórico presidente do Porto. Sai incompatibilizado com Adelino Caldeira – administrador da SAD portista – e vai para o Boavista Futebol Clube, onde também ajudou a criar a SAD, onde foi diretor-geral e viveu o único título de campeão nacional dos axadrezados – ganho em 2001.

Ainda no Boavista, foi apontado à Liga de Clubes, mas tudo não passou de uma hipótese. “O diretor-geral do Boavista, Paulo Gonçalves é, neste momento, a pessoa melhor colocada para substituir Emanuel Medeiros, que integrou a associação das ligas europeias, no cargo de secretário-geral da Liga. O atual dirigente axadrezado reúne amplo consenso entre os clubes e é visto como a ‘pessoa indicada’ para o cargo no organismo presidido por Valentim Loureiro”, podia ler-se no jornal “Record”, em janeiro de 2006.

É convidado para integrar a lista de Hermínio Loureiro para a Liga de Clubes, para ocupar o cargo de diretor-executivo, mas a contestação do Porto obriga a que seja deixado de fora.

Deixa então o norte para juntar-se ao Benfica, pela mão de  José Veiga, antigo dirigente benfiquista e que foi sócio de Alexandre Pinto da Costa.

Na Luz, ocupa o lugar que era de Fernando Seara Cardoso, o de assessor jurídico da SAD ‘encarnada’.

Segundo o site “Bancada”, que cita José Guilherme Aguiar, “Paulo Gonçalves foi para o Benfica graças a José Veiga e Alexandre Pinto da Costa, que era sócio do Veiga e chegou a colaborar com o Benfica em negócios. Paulo Gonçalves, que era jurista, tornou-se, ao longo do tempo, um homem da confiança de Luís Filipe Vieira, sobretudo naquilo que diz respeito à regulamentação do futebol. O Benfica tem advogados próprios para as questões judiciais, mas Paulo Gonçalves é o braço direito de Vieira na parte jurídico-regulamentar”.

“Caso dos emails”: PJ deteve diretor jurídico do Benfica e funcionário da Justiça

Ler mais
Relacionadas

“Operação e-Toupeira”: PJ confirma detenções em operação com buscas em cinco regiões

A operação envolveu cerca de 50 elementos da PJ, um juiz de instrução criminal e dois magistrados do Ministério Público. Foram realizadas 30 buscas nas áreas do Porto, Fafe, Guimarães, Santarém e Lisboa, “que levaram à apreensão de relevantes elementos probatórios”, refere a PJ.

“Caso dos emails”: PJ deteve diretor jurídico do Benfica e funcionário da Justiça

O funcionário judicial detido é suspeito de fornecer informações sobre as investigações em que o Sport Lisboa e Benfica está envolvido, nomeadamente o chamado “caso dos emails”.
Recomendadas

Arranca hoje a corrida do FC Porto pela Champions de olho em encaixe de 44 milhões

Sérgio Conceição e os seus homens estão a, pelo menos, 360 minutos de distância de poderem engordar a conta bancária dos azuis e brancos de forma generosa. Este encaixe financeiro é visto como fundamental pela SAD portista. 

Benfica celebra parceria com Placard por três anos

O Sport Lisboa e Benfica acaba de celebrar uma parceria com o Placard.pt que, nos próximos três anos, será o patrocinador oficial de apostas desportivas do clube. Segundo um comunicado do clube da Luz, “o Placard.pt marcará presença relevante tanto no ‘site’ oficial, como nas várias plataformas digitais do Benfica, sendo que ambas as entidades […]

Estádio do Estrela da Amadora na Reboleira vai a leilão por seis milhões de euros

No decorrer de um processo de insolvência do Estrela da Amadora, foi fundado um novo clube, o Clube Desportivo Estrela, que usa as instalações da Reboleira.
Comentários