Peso mexicano vacila após vitória de Andrés Obrador nas eleições

A moeda está a desvalorizar face ao euro e ao dólar. O México elegeu o político Andrés Manuel López Obrador como novo presidente, com mais de 50% dos votos.

O ‘vermelho’ do partido Movimento de Regeneração Nacional (Morena), o grande vencedor das últimas eleições mexicanas, escorreu para o mercado cambial. O peso mexicano está a desvalorizar desde que o país sul-americano elegeu este domingo o político mexicano de esquerda Andrés Manuel López Obrador como novo presidente.

Durante a madrugada, nas primeiras sondagens à boca das urnas, a moeda do México ainda esteve a apreciar mais de 1% face à moeda norte-americana, mas acabou por ficar a perder ao longo da manhã desta segunda-feira, já com os dados oficiais do escrutínio. Por volta das 12:50 (hora de Lisboa), o peso mexicano recuava 0,89% face ao dólar (para 0,04979 dólares) e deslizava 0,41% quando comparado com o euro (para 0,04281 euros).

Andrés Manuel López Obrador conquistou a vitória nas eleições presidenciais do México, com maioria absoluta (52,8% dos votos do eleitorado do México). “Chamo todos os mexicanos para a reconciliação e para colocarem em cima dos seus interesses pessoais, por mais legítimos que eles sejam, o interesse superior”, afirmou o novo chefe de Estado do México, assim que surgiram os primeiros resultados.

Durante a madrugada, na sondagem à boca das urnas, três institutos de sondagem projetavam já uma vitória de Andrés Manuel Lopez Obrador com mais de 40% dos votos. Após virem a público estes dados, os adversários de Andrés Manuel Lopez Obrador – como Ricardo Anaya (23,8%), José Meade Kuribreña (14,8%) e Jaime Heliódoro Rodríguez Calderón (5,9%) – admitiram a derrota, mesmo sem conhecer os números oficiais.

Relacionadas

Andrés Obrador é o novo presidente do México

“Chamo todos os mexicanos para a reconciliação e para colocarem em cima dos seus interesses pessoais, por mais legítimos que eles sejam, o interesse superior”, afirmou o novo chefe de Estado do México, que saiu vitorioso das eleições presidenciais com 52,8% dos votos.

México: Obrador, o “político de alto risco” que promete enfrentar Trump

O esquerdista Andrés Obrador lidera as sondagens no México. Autonomeado “político de alto risco”, o candidato propõe-se a iniciar uma transformação democrática no país e promete fazer frente aos EUA no que toca à imigração e comércio.
Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários