Polónia faz maior compra de armas da sua história para responder a ameaça russa

O negócio no montante de 3,84 mil milhões de euros foi realizado com a empresa norte-americana Raytheon e envolve a compra do sistema antimíssil Patriot.

A Polónia assinou, esta quarta-feira, o maior acordo de armas da sua história ao comprar à norte-americana Raytheon o sistema de defesa antimísseis Patriot. O negócio envolve 4,75 mil milhões de dólares, o equivalente a 3,84 mil milhões de euros.

“É um momento extraordinário: a entrada da Polónia num mundo totalmente novo de tecnologia de ponta, armas modernas e meios defensivos “, afirmou o presidente do país Andrzej Duda, citado pela agência de notícias Reuters, durante a assinatura do contrato com os norte-americanos.

A Polónia, que é membro da NATO, tem vindo a fazer esforços para modernizar o seu arsenal militar após a anexação da Península da Crimeia na Ucrânia, em 2014, e a renovada afirmação militar e política da Rússia na região.

Dois terços do armamento polaco datam da época em que o país integrava o Pacto de Varsóvia, aliança militar liderada pela Rússia, antagonista da NATO.

 

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários