Portas e Pires de Lima lideram missão empresarial ao México

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e o ministro da Economia, António Pires de Lima, partiram hoje para o México onde vão liderar uma delegação portuguesa que integra cerca de 50 empresas de setores como tecnologias de informação, moldes, energia e engenharia. “Há muitas relações económicas e comerciais que estão a dar certo para Portugal e a […]

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e o ministro da Economia, António Pires de Lima, partiram hoje para o México onde vão liderar uma delegação portuguesa que integra cerca de 50 empresas de setores como tecnologias de informação, moldes, energia e engenharia.

“Há muitas relações económicas e comerciais que estão a dar certo para Portugal e a que temos com o México é sem dúvida uma delas. Mas podemos fazer mais, podemos fazer melhor, temos oportunidades para tanto”, disse à Lusa o vice-primeiro-ministro Paulo Portas, que já em junho do ano passado esteve no México, na altura como ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros e com uma agenda dominada pela diplomacia económica.

O vice-primeiro-ministro acrescenta que espera ainda “com esta visita construir sobre o trabalho que vem sendo feito e abrir novas oportunidades” para as empresas portuguesas.

A delegação nacional integra perto de 50 empresas portuguesas, sobretudo da área das tecnologias, como a WeDo Technologies, JP Sá Couto, Vortal, mas também de outros setores, como a EDP Internacional, Efacec, Grupo Lena, OGMA, Simoldes, Dexprom, Banco BPI, Montepio Investimento e as universidades do Aberta e do Porto.

Um ano depois de o primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, ter estado igualmente no México em visita oficial para o aprofundamento das relações políticas e económicas bilaterais, Paulo Portas e Pires de Lima vão liderar ao longo de três dias a delegação portuguesa que tem início na segunda-feira.

Segundo informação do gabinete do vice-primeiro-ministro, além de vários encontros com autoridades estaduais e federais mexicanas, está prevista a 1.ª Reunião Económica de Alto Nível Portugal-México, na terça-feira na cidade do México, sendo a delegação mexicana liderada pelo número dois do governo e ministro dos Negócios Estrangeiros, Jose Antonio Meade, e responsáveis mexicanos para a área da Economia.

No mesmo dia, o vice-primeiro-ministro participará também na 12ª Cimeira de Negócios do México, agora na cidade de Querétaro, num evento que junta decisores políticos e empresariais de toda a América Latina e onde o governante português irá apresentar o caso de Portugal.

Na quarta-feira, o último dia da visita oficial, terá lugar na cidade do México um Seminário Económico organizado pela Aicep (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), representada pelo seu presidente, Miguel Frasquilho.

Paulo Portas e Pires de Lima fazem-se acompanhar ainda pelos secretários de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Luís Campos Ferreira, da Inovação, Investimento e Competitividade, Pedro Pereira Gonçalves, e da Alimentação e Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira de Brito, e da Energia, Artur Trindade.

Este ano comemoram-se os 150 anos do estabelecimento de Relações Diplomáticas entre Portugal e o México, pelo que se realizam ao longo dos 12 meses “um conjunto de iniciativas que irão permitir reforçar a excelente relação diplomática existente e potenciar o desenvolvimento das relações económicas bilaterais, que se têm vindo a aprofundar”, segundo o gabinete de Paulo Portas.

De acordo com o Global Competitiveness Report 2014-2015 do Fórum Económico Mundial, o México continua a ocupar o lugar de 14.ª maior economia mundial, pertencendo ao grupo restrito de 15 países com um Produto Interno Bruto (PIB) superior a 1 bilião de dólares (cerca de 789 mil milhões de euros), o 2.º maior da América Latina.

No ano passado, as exportações portuguesas de bens e serviços para o México aumentaram 2,4%, para 217,3 milhões de euros. O saldo da balança comercial foi favorável a Portugal em 147,3%.

 

OJE/Lusa

Ler mais
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.