Portugal continuava em junho sem seca meteorológica

No final do mês de junho continuava a não existir seca meteorológica em Portugal continental, verificando-se uma diminuição da área em chuva moderada, segundo o Boletim Climatológico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O instituto indica que a 30 de junho 11,8% do território estava na classe de chuva severa, 68,4% em chuva moderada e 19,8% em chuva fraca.

O IPMA classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre “chuva extrema” e “seca extrema”.

No final do mês de maio já não existia seca meteorológica em Portugal continental com 0,3% do território na classe de chuva severa, 84,6% em chuva moderada e 15,1% em chuva fraca.

O mês de junho em Portugal continental foi o segundo mais chuvoso dos últimos 18 anos (o mais chuvoso foi o ano de 2007) e foi considerado normal em relação à temperatura do ar.

Em relação à temperatura do ar, apesar de o mês ter sido classificado como normal, foi no entanto o 4.º valor da temperatura média (19,52 graus Celsius) mais baixo desde 2000 (depois de 2007, 2013 e 2014).

O valor médio da temperatura máxima do ar (25,17 graus) foi inferior ao normal, sendo o segundo valor mais baixo desde o ano 2000.

Segundo o IPMA, o valor médio da temperatura mínima (13,88 graus) foi superior ao normal.

O menor valor da temperatura mínima em junho foi registado no dia 01 nas Penhas Douradas (3,2 graus Celsius) e a mais elevada ocorreu no dia 18 em Coruche (40,9 graus).

Ler mais
Recomendadas

Vistos gold: Investimento captado mais do que triplicou em julho para 98,2 milhões de euros

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ mais do que triplicou (aumentou 276%) em julho, face ao período homólogo de 2018, para 98,2 milhões de euros, segundo contas feitas pela Lusa com base nos dados estatísticos do SEF.

Número de viciados em jogo online aumentou mais de 8% em Portugal

No espaço de seis meses, 38.600 pessoas pediram para ser impedidas de jogar online, mais 3.200 pessoas face a 2018, uma subida de 8,3%.

Avião de carga aterrou de emergência no aeroporto do Porto  

Um avião de carga com dois tripulantes fez hoje uma “aterragem de emergência” em segurança no aeroporto do Porto devido a um “problema no motor”, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.
Comentários