Portugal é como Cristiano Ronaldo, diz Portas no México

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, comparou Portugal a Cristiano Ronaldo, para quem “a derrota é uma coisa provisória”, e sublinhou que o país quer ganhar. “Conhecem o português mais universal, mais genial dos tempos modernos, que se chama Cristiano Ronaldo. Conhecem a sua atitude, a derrota é uma coisa provisória, empate não chega. Nós somos humildes, […]

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, comparou Portugal a Cristiano Ronaldo, para quem “a derrota é uma coisa provisória”, e sublinhou que o país quer ganhar.

“Conhecem o português mais universal, mais genial dos tempos modernos, que se chama Cristiano Ronaldo. Conhecem a sua atitude, a derrota é uma coisa provisória, empate não chega. Nós somos humildes, queremos ganhar, essa é a atitude que pode servir uma nação”, disse Paulo Portas no México, durante uma intervenção na Cimeira de Negócios que decorre em Querétaro.

Paulo Portas apresentou o “caso positivo” de Portugal, afirmando que o país “passou dias muito difíceis”, mas destacou que “isso já está no passado”.

O governante falou das diversas reformas efetuadas pelo Governo nos últimos anos e sublinhou que as mesmas não se tratam de “um tema de direita ou de esquerda”, mas sim de questões pragmáticas.

“Não é um tema de direita ou de esquerda, é um tema pragmático”, afirmou.

O regresso à Cidade do México está previsto para o final do dia, altura em que se realizará a Reunião Económica de Alto Nível Portugal-México, um evento que, segundo Portas, mostra “um ‘upgrade'” nas relações entre os dois países, e onde estarão presentes o ministro mexicano das Relações Exteriores, Jose Antonio Meade, e o ministro da Economia daquele país, Ildefonso Guajardo.

Segue-se um jantar privado com investidores mexicanos organizado pelo Ministério das Relações Exteriores do México.

 

OJE/Lusa

Ler mais
Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?