Portugal recebeu quase cinco mil milhões de euros de Bruxelas nos últimos três anos

Valor equivale a 18,6% do programado no Portugal 2020 e coloca o país no terceiro lugar entre os Estados-membros que mais fundos comunitários receberam da União Europeia, desde 2015.

A Comissão Europeia (CE) transferiu, nos três anos até ao fim de março de 2018, perto de cinco mil milhões de euros para Portugal. Os dados fazem parte do último Boletim Informativo dos Fundos da União Europeia, que são divulgados pelo “Jornal de Negócios”.

Este valor representa 18,6% do programado no Portugal 2020 e permanece acima da média da União Europeia (UE), que se encontrava nos 12,9%. Desde 2015, altura em que foram abertos os primeiros concursos do programa, a Comissão Europeia transferiu para os 28 Estados-membros 58.819 milhões de euros e dessa verba 8,2% destinou-se a Portugal.

Em relação à aplicação dos fundos europeus no país, até ao fim do período em causa, registaram-se candidaturas com intenção de investimento até 51 mil milhões de euros, sendo que 53% das quais estavam relacionadas com a área da competitividade e internacionalização.

No topo dos valores de fundos aprovados a liderança pertence aos apoios às pequenas e médias empresas (24%), com realce para a educação (11%) e ciência e investigação (9%).

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários