Praça lisboeta segue tendência europeia e abre sessão a cair

O PSI 20 cai 1,13%, para 5.465,75 pontos.

Benoit Tessier / Reuters

A bolsa de Lisboa abriu esta segunda-feira a negociar no “vermelho”. O principal índice bolsista nacional, PSI 20, cai 1,13%, para 5.465,75 pontos, seguindo a tendência das principais bolsas europeias.

O PSI 20 inicia a semana em queda depois de ter fechado o primeiro semestre de 2018 a valorizar 2,6%. Na Europa, a possibilidade de se instalar uma crise política na Alemanha que pode pôr em causa o futuro da coligação de governo liderada por Angela Merkel, após o ministro do Interior Horst Seehofer ter-se demitido, influencia a queda das bolsas. Os investidores podem assumir uma postura conservadora.

Em Lisboa, o BCP cai 2,25%, para 0,25 euros, os CTT perdem 2,46%, para 2,93 euros, e são as cotadas que mais prejudicam o índice.

Em contraciclo, apenas a Sonae Capital valoriza (0,44%).

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX cai 1,12%, o britânico FTSE 100 deprecia 1,15%, o francês CAC 40 recua 1,37%, o holandês AEX desvalroiza 1,28%, o espanhol IBEX 35 desce 1,64% e o italiano FTSE MIB tomba 1,97%.

[Dados das 8h13]

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários