À procura de lugar para ficar na Madeira

A procura por um lugar para ficar hospedado nos dias que antecedem a grande noite do fim-do-ano na Madeira começa com larga antecedência.

Muitas pessoas há algum tempo que asseguraram o seu lugar numa das cerca de 30 mil camas que a hotelaria madeirense dispõe para acomodar os hóspedes. No entanto, nesta data, as ofertas são cada vez menores.
Tenha em linha de conta que, além da hotelaria tradicional, existem outras camas que também podem ser procuradas, como sejam as das unidades de turismo no Espaço Rural (que pode pesquisar em pt.madeirarural.com) e igualmente em centenas de propostas de casas e apartamentos que estão abertas para acolher turistas, e que as pode pesquisar nos vários portais disponíveis, como o da HomeAway (www.homeaway.pt/Portugal/Ilha-da-Madeira/r354.htm), da Airbnb (www.airbnb.pt/a/Madeira) e do Booking (www.booking.com/holiday-homes/region/pt/madeira.pt-pt.html).

Nesta altura do ano, se ainda não fez uma reserva numa das três companhias que voam regularmente do Continente português para a Madeira (TAP Portugal, easyJet e Transavia), e vice-versa, vai deparar-se com alguma dificuldade para conciliar datas e preços vantajosos e encontrar lugar no hotel desejado. E pode encontrar um e não o outro.
A pensar um pouco na facilidade para o viajante, para conciliar transporte e alojamento e preços competitivos, os operadores turísticos organizaram programas especiais para o fim-do-ano na Madeira.

Além da vantagem de proporcionarem uma viagem desde os aeroportos de Lisboa ou do Porto, para o Aeroporto da Madeira, transferes para os hotéis e os alojamentos, oferecem valores atrativos, sem que o cliente tenha que se preocupar em encontrar cada item da viagem isoladamente. Seja como for, a maioria destes pacotes tinham partidas anteriores a este dia. No entanto, mostramos alguns exemplos de programas que os operadores turísticos portugueses prepararam para o reveillon de 2016 na Madeira.
Comecemos pelo operador Nortravel. Está a vender o Circuito da Madeira – Fim de Ano, com tudo incluído, com partida do Porto, a 30 de dezembro e regresso a 3 de janeiro de 2017. É um programa muito completo com viagem em voo direto da TAP Portugal e estadia no Hotel Golden Residence, no Funchal, com preços desde 1.265€.

Quanto a outros operadores, cujas partidas já aconteceram, mas que poderá, eventualmente, tentar apanhar o programa a meio, temos o caso da Viagens Abreu que apresentou um programa de cinco dias, com voo especial direto da cidade do Porto, e preços desde 571€. Tinha partidas igualmente de Lisboa. Propunha um programa com quatro noites, pequeno-almoço e opção de regimes alimentares variados.
Entre as várias propostas para se hospedar na hotelaria madeirense, tinha a “Quinta do Lorde Resort, Hotel & Marina”, no Caniçal (Machico), em regime de meia pensão, o Hotel Meliã Madeira Mare (Funchal), que inclui dois jantares a 30 e 31 de dezembro, o Hotel Vidamar Resorts Madeira (Funchal), em regime de meia pensão, e o Pestana Bay Ocean Aparthotel (Funchal), em regime de tudo incluído.
Já o operador turístico Solférias preparou um programa de estadia para o fim-do-ano na Madeira com preços bastante atrativos.
O pacote de férias para a passagem de ano na Madeira tinha um preço mínimo de 430€ por pessoa. Esta oferta especial era válida para a partida agendada para o dia 29 de dezembro, com saídas de Lisboa e Porto em voos diretos operados pela TAP.
Para além do alojamento e das passagens aéreas, os pacotes de viagem para o reveillon na Madeira incluíam também transferes entre o aeroporto e o hotel escolhido, taxas e seguro de viagem.
A Geostar apresentou propostas com partidas de Lisboa, com programas de três ou quatro noites a partir de 492 euros.
Uma pesquisa em Geostar.pt indica 59 ofertas hoteleiras no Funchal e também fora da capital da ilha da Madeira, em locais como o Caniço (a leste) e a Calheta (a oeste).

Por seu turno, o operador Sonhando, preparou programas de duas a quatro noites com partidas de Lisboa e do Porto, com preços a partir de 258€, incluindo viagem, transferes e alojamento.
Seja como for, se ainda está com dúvidas pesquise na internet. Ou talvez seja mais adequado ir a uma agência de viagens procurar o programa que mais se adequa aos seus desejos, ou reservas separadas para viagem e alojamento, para entrar no ano novo em festa na ilha da Madeira.
Até porque em janeiro, findas as festas de Fim-do-ano, as festividades e os “folguedos” estendem-se até meados de janeiro. Durante esse período, celebram-se missas em louvor ao Menino Jesus e conserva-se o presépio armado em muitas das casas madeirenses.

Por exemplo, no dia 6 de janeiro comemora-se a chegada dos Reis Magos com o famoso Bolo-Rei que traz no seu interior uma fava e um brinde. Diz a tradição que a quem, por sorte, calhar a fatia que contém a fava terá de comprar o bolo no ano seguinte e a quem calhar o brinde terá de comprar as bebidas.
Na noite de 5 para 6 de janeiro cantam-se os Reis em casa dos vizinhos, e um pouco por toda a parte. Os homens trazem instrumentos regionais e as mulheres os mantimentos para a noite.
Uma vez chegada a comitiva à casa de quem se vai “cantar os Reis”, estabelece-se um desafio musical improvisado entre os que estão fora e os que estão dentro de casa até a porta se abrir.
Hoje em dia são várias as maneiras de “cantar os Reis”, há quem recorra às cantigas antigas e há quem aprecie o improviso para homenagear os Reis.

O Cantar dos Reis na Madeira, eventualmente, poderá ter origem nas “Janeiras”, cantadas no continente português e introduzidas na Madeira pelos povoadores.

Ler mais
Recomendadas

PremiumO Vinho Madeira que passa de geração em geração desde 1850

O maior desafio do Vinho Madeira é aumentar a produção das castas nobres Sercial, Verdelho, Boal, Malvasia e Terrantez, e diminuir a produção da Tinta Negra, “que já é excessiva”, diz Pereira de Oliveira.

PremiumDireito ainda está “fora de questão” mas “poderia reter” estudantes na região

Para já, não está em cima da mesa a criação de uma licenciatura em Direito na UMa, mas o reitor José Carmo diz que o curso tem procura local.

PremiumO valor do patrocínio num evento como o Rali Vinho Madeira

O Rali Vinho Madeira é um evento que ao longo dos anos tem atraído milhares às estradas madeirenses. Mas nem só de público vive esta prova de desporto motorizado. O patrocínio é outras das vertentes que sustenta e ajuda a levar cada edição a bom porto. Entre os patrocinadores estão marcas e empresas como a MEO e o BPI.
Comentários