Produção na construção acelera para 3,4% em maio

Os índices dos dois segmentos que integram o Índice de Produção na Construção evoluíram positivamente. A análise aos índices de Produção, Emprego e Remunerações na Construção também aponta para uma fase de crescimento e aceleração.

O crescimento homólogo da produção no sector da construção acelerou 0,6 pontos percentuaisn em maio, face a abril, para 3,4%, segundo os dados divulgados esta quarta-feira, 11 de julho, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os índices dos dois segmentos que integram o Índice de Produção na Construção evoluíram positivamente. O passo de expansão da Construção de Edifícios acelerou, passando de uma variação homóloga de 2,7% em abril, para 3,2% em maio. Por seu lado, a Engenharia Civil,aumentou, em termos homólogos, 3,5% (variação de 2,8% em abril).

Os índices de emprego e de remunerações subiram 2,5% e 3,2% (2,2% e 4,6% em abril) pela mesma ordem. Comparativamente com o mês anterior, o índice de emprego aumentou 0,5% (variação de 0,3% em maio de 2017).

quanto ao índice das remunerações efetivamente pagas, em maio, teve uma taxa de variação homóloga de 3,2% (4,6% em abril). Quando comparado com o mês anterior, o índice das remunerações aumentou 2,1% (3,5% em maio de 2017).

Relacionadas

Custo da construção de casa nova abranda para 1,5% em maio

“A desaceleração homóloga dos custos de construção foi determinada pela descida de 0,2 pontos percentuais da taxa de variação da mão-de-obra Materiais, que se fixou em 1,9% em maio”, explica o Instituto Nacional de Estatística.
Recomendadas

Maior edifício português em madeira construído em Lisboa

Para a Carmo Wood “é uma honra poder colocar o seu ‘expertise’, reconhecido a nível nacional e internacional na execução de uma obra que será certamente um marco na construção em madeira em Portugal”, afirma Jorge Milne e Carmo, presidente da empresa.

PremiumBanco gerido por portugueses apoia Mota-Engil na Costa do Marfim

A construtora é o maior investidor nacional no país africano, que volta a ter uma embaixada portuguesa, e tem apoio do BDA, liderado por Vasco Duarte Silva.

Índice de preços na produção industrial desaceleram depois do crescimento em abril

Excluindo o agrupamento de energia, os preços na produção industrial apresentaram um aumento de 0,6%, menos 0,1 p.p. que o observado no mês anterior.
Comentários