PSI 20 contraria ganhos da Europa, pressionado pelo BCP e energia

O principal índice nacional, PSI 20, perde ligeiramente 0,04% para 5.636,13 pontos, pressionado pelas desvalorizações do BCP e do setor da energia.

Benoit Tessier / Reuters

A bolsa portuguesa negoceia em queda, a meio da manhã desta terça-feira, dia 24 de julho, contrariando o sentimento positivo das congéneres europeias. O principal índice nacional, PSI 20, perde ligeiramente 0,04% para 5.636,13 pontos, pressionado pelas desvalorizações do BCP e do setor da energia.

A destacar-se em terreno negativo está o BCP, que recua 0,44% para 0,269 euros. Os analistas do departamento de Research da XTB explicam que o banco agora liderado por Miguel Maya esteve em alta e está agora a corrigir, depois de “os resultados do seu par suíço, a UBS, terem superado todas as estimativas”. Os lucros do banco UBS aumentaram 9% para 1,28 mil milhões de francos suíços (1,10 mil milhões de euros) no segundo trimestre.

No setor da energia, a EDP perde 0,12% para 3,455 euros, a EDP Renováveis recua 0,23% para 8,8600 euros e a Galp Energia resvala 0,27% para 16,920 euros. A negociar no ‘vermelho’ estão ainda a Jerónimo Martins (-0,15%), a Sonae (-0,05%), a Ibersol (-0,48%) e a Navigator (-0,28%).

A contrabalançar as perdas estão a Pharol, que avança 0,84% para 0,240 euros, e os CTT, que ganham 0,20% para 2,958 euros. No ‘verde’ estão ainda a NOS (0,57%), a Corticeira Amorim (0,54%), a Altri (0,57%), a Mota-Engil (0,17%), a Semapa (0,71%) e a Sonae Capital (0,86%).

Nas restantes bolsas europeias, o índice alemão DAX soma 1,52%, o francês CAC 40 valoriza 1%, o espanhol IBEX 35 aprecia 0,90%, o italiano FTSE MIB sobe 1,09%, o holandês AEX ganha 0,58% e o britânico FTSE 100 avança 0,80%.

“O mercado segue em alta animado com os resultados da Google, enquanto Donald Trump se mantém no silêncio. Em plena época de resultados, a Google surpreende pela positiva e mostra resultados acima do esperado, pelos analistas. As FAANG continuam a ser as ações prediletas dos investidores e continuam a justificar o investimento nas mesmas”, explicam os analistas da XTB.

Na quarta-feira, o Facebook apresenta resultados e, na quinta-feira, é o dia da Amazon.

A cotação do barril de Brent, que serve de referência para a Europa, valoriza 0,18% para 73,19 dólares, enquanto a do crude WTI ganha 0,50%, para 68,23 dólares por barril. “O petróleo segue a negociar em alta com os investidores receosos com o lado da oferta. As sanções dos Estados Unidos ao Irão continuam a trazer receios quanto à oferta do ouro negro”, afirmam os analistas da XTB.

No mercado cambial, o euro sobe negoceia flat nos 1,169 dólares e a libra aprecia 0,11%, para 1,317 euros.

Ler mais

Recomendadas

PSI 20 acompanha Europa em alta. Títulos do Grupo EDP impulsionam praça nacional

O principal índice bolsista português soma 0,46%, para 4.855,54 pontos.

Abrandamento da economia poderá ser entrave para Moody’s igualar as pares na avaliação de Portugal

A Moody’s tem agendada uma avaliação à notação da dívida soberana portuguesa esta sexta-feira. A agência poderá querer alinhar-se com a S&P e a Fitch através de uma subida de um grau para ‘Baa2’, mas as incertezas que estão a esfriar o crescimento da economia global poderão ser motivo para manter o ‘status quo’.

Acalmia cambial trouxe bons resultados em Wall Street

O índice tecnológico S&P, .SPL.RCT, que inclui empresas que têm uma maior exposição ao mercado chinês e estiveram no centro das vendas registadas na segunda-feira, foi aquele que mais valorizou nesta sessão, com um crescimento de 1,61%.
Comentários