Quadrante assina impacto ambiental do projeto de construção do corredor de Nacala em Moçambique

A estrada terá início na EN 1, a Este de Nampula (direção de Nacala) e desenvolve-se a Sul da cidade atravessando a linha ferroviária em dois pontos, ligando-se à EN 13 a Oeste da cidade.

O Grupo Quadrante Engenharia e Consultoria assinou o impacto ambiental do projeto de construção do corredor de Nacala em Moçambique.

“A PROCESL-QUADRANTE, empresa que pertence ao grupo Quadrante, é responsável pela elaboração dos serviços de consultoria para os Estudos de Avaliação do Impacto Ambiental (AIA) e do Plano de Ação de Reassentamento (PAR) dos Projectos do Corredor de Nacala na Província de Nampula – Bypass à cidade de Nampula”, diz em comunicado a empresa portuguesa fundada em 1998, por João Silveira Costa, Nuno País Costa, Nuno Batista Martins e Tiago Miguel Paiva Pais Costa.

A estrada terá início na EN 1, a Este de Nampula (direção de Nacala) e desenvolve-se a Sul da cidade atravessando a linha ferroviária em dois pontos, ligando-se à EN 13 a Oeste da cidade.

Os estudos traduzem a viabilização ambiental e social da construção do Bypass, que consiste na criação de uma faixa rodoviária com cerca de 32,50 km com uma via em cada sentido, que contorna a Sul, a cidade de Nampula, situada na região norte de Moçambique.

Os serviços de consultoria ambiental são administrados pela Administração Nacional de Estradas (ANE) de Moçambique, a instituição pública autónoma moçambicana, responsável pela gestão da rede de estradas classificadas do país, num total de 30.000 km.

Ana Filipa Ferraz, responsável pela área de Ambiente do grupo Quadrante, afirma em comunicado que “A importância de agarrar projetos internacionais que contribuam para a melhoria da vida das pessoas, é fundamental na visão da nossa empresa. Neste caso em concreto, vamos contribuir para a melhoria de infraestruturas chave na região de Nampula, província moçambicana que necessita de se afirmar rapidamente no panorama internacional. Aplicar a nossa experiência num projeto como este é muito enriquecedor para nós.”

Ler mais
Recomendadas

Indústria Alimentar: o caminho da digitalização

No contexto da Indústria Alimentar, as organizações para se adaptarem necessitam de investir, e, atualmente, as tecnologias digitais chave passam pela: Robótica, Serviços móveis, Tecnologia Cloud, Internet-of-Things, Cibersegurança, Big Data e Analítica avançada, Impressão 3D, Inteligência Artificial e Social Media. Os consumidores, também eles cada vez mais nativos digitais, ditam tendências e as indústrias adaptam-se, quer […]

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.

Procrastinação ou a coragem de mudar

É preciso saber e decidir sem vacilar. Caso contrário, faremos parte das fotos guardadas no baú. Para mais tarde recordar.
Comentários