Queixas sobre transportes aéreos subiram 35% e ultrapassam as 10 mil

A TAP Air Portugal, a SATA Air Açores e o aeroporto Humberto Delgado lideram o ‘ranking’ de entidades alvo de maior número de reclamações.

As reclamações sobre os transportes aéreos portugueses subiram 35% no ano passado, face a 2016, para 10.900, segundo os números divulgados esta quarta-feira, 4 de julho, pelo “Jornal de Negócios” com base nos relatórios da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC).

Atrasos nos voos (2.437 denúncias), cancelamento dos voos (2.173 denúncias) e irregularidades com a bagagem dos passageiros (1.260 denúncias) foram os três principais motivos para o descontentamento dos viajantes, segundos os dados recolhidos pela ANAC.

Em termos de entidades, a TAP Air Portugal lidera o ranking apresentado pelo diário de economia, com uma subida de 50% nas reclamações, para quase 6 mil, quando comparadas com as que a transportadora aérea teve em 2016.

Segue-se a SATA Air Açores, com 1.094 reclamações. No terceiro lugar está um aeroporto: o Humberto Delgado, em Lisboa, com 525 queixas no ano passado.

Na semana passada, também a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) divulgou o mais recente relatório sobre reclamações no mercado público da mobilidade e dos transportes. A AMT recebeu no segundo semestre de 2017 9.847 reclamações, mais 20,7 por cento face ao anterior semestre, com a CP – Comboios de Portugal e o Metropolitano de Lisboa a liderar as queixas.

Relacionadas

Reclamações. Operadores vão ter de cumprir novas regras na resposta aos clientes

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) definiu novas regras para os operadores cumprirem na resposta às reclamações dos clientes e que entram em vigor este domingo, dia 1 de julho.

Livro de Reclamações Eletrónico já pode ser usado em supermercados, hotéis e agências de viagens

O livro de reclamações eletrónico, disponível desde 1 de julho de 2017 apenas para os serviços públicos essenciais, passou a ser obrigatório para outras atividades económicas a partir deste domingo, 1 de julho de 2018. Conheça as novas regras, segundo a Direcção Geral do Consumidor.

Uber com mais reclamações. Queixas aumentaram 112% até maio

Os consumidores denunciaram ao Portal da Queixa 12 falhas no serviço, sete irregularidades na emissão de faturas e 10 débitos realizados sem pedido de transporte, por exemplo.

Deco: transportes públicos ineficazes em seis cidades

A maioria dos portugueses aponta o dedo à ineficiência da rede de transportes públicos, revela a Deco/Proteste no inquérito sobre mobilidade em Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Lisboa e Setúbal. Análise incidiu sobre utilização de autocarro, automóvel e metro.
Recomendadas

Saiba quais as medidas de segurança nos locais destinados à dança

É obrigatório ter serviço de vigilância com recurso a segurança privada, aplicável obrigatoriamente em espaços com lotação igual ou superior a 200 pessoas.

Está à procura de um sítio para ficar estas férias? Deco sugere Eco Hotel

Ao estar a selecionar a opção de ficar num alojamento Ecológico, está também a contribuir para garantir mais sustentabilidade e um meio ambiente muito melhor.
Comentários