Quem se esqueceu de Jesus para melhor treinador do ano?

Depois da polémica entre os dois melhores treinadores portugueses da atualidade, com Talisca pelo meio, a escolha dos nomeados para melhor treinador de 2014 – troféu Bola de Ouro da FIFA e France Football – poderá provocar nova troca de palavras entre Jorge Jesus e José Mourinho. “Não sei com que critérios é que se […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/staging.jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 876

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/staging.jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 876

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/staging.jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 876

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/staging.jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 876

Depois da polémica entre os dois melhores treinadores portugueses da atualidade, com Talisca pelo meio, a escolha dos nomeados para melhor treinador de 2014 – troféu Bola de Ouro da FIFA e France Football – poderá provocar nova troca de palavras entre Jorge Jesus e José Mourinho.
“Não sei com que critérios é que se fazem essas escolhas, se soubesse, podia ter uma opinião mais formada”, assim reagiu Jorge Jesus à sua não inclusão na lista de candidatos ao prémio de melhor treinador de 2014, cujo vencedor será anunciado na gala da Bola de Ouro da FIFA.
O treinador do Benfica, que conquistou quatro títulos nacionais e chegou a uma final europeia este ano, teve uma reação curiosa quando lhe deram a conhecer o rol de candidatos: “Olhei para a lista e pensei: há aqui alguns que não estiveram em nenhuma final, muitos nem foram campeões nacionais. Se gostava de lá estar? Gostava! Há treinadores que fizeram menos do que eu, a nível interno e no que diz respeito a finais. Eu também reparei nisso, mas não sei os critérios”.
Quanto a José Mourinho, treinador do Chelsea, integra mais uma vez o lote de dez candidatos a treinador do ano, prémio atribuído pela FIFA e pela revista France Football e que o técnico português já conquistou em 2010.
Apesar de figurar entre os melhores do mundo, José Mourinho não conseguiu levar qualquer troféu para Stamford Bridge em 2014 mas nem por isso a FIFA se queceu do “special one”.
O mesmo acontece com o treinador alemão Jürgen Klinsmann, técnico dos EUA, que figura também entre os melhores deste ano, sem qualquer razão aparente.

Recomendadas

Arranca hoje a corrida do FC Porto pela Champions de olho em encaixe de 44 milhões

Sérgio Conceição e os seus homens estão a, pelo menos, 360 minutos de distância de poderem engordar a conta bancária dos azuis e brancos de forma generosa. Este encaixe financeiro é visto como fundamental pela SAD portista. 

Benfica celebra parceria com Placard por três anos

O Sport Lisboa e Benfica acaba de celebrar uma parceria com o Placard.pt que, nos próximos três anos, será o patrocinador oficial de apostas desportivas do clube. Segundo um comunicado do clube da Luz, “o Placard.pt marcará presença relevante tanto no ‘site’ oficial, como nas várias plataformas digitais do Benfica, sendo que ambas as entidades […]

Estádio do Estrela da Amadora na Reboleira vai a leilão por seis milhões de euros

No decorrer de um processo de insolvência do Estrela da Amadora, foi fundado um novo clube, o Clube Desportivo Estrela, que usa as instalações da Reboleira.