Relatório da FAO: 124 milhões passaram fome no mundo em 2017

Os níveis de fome aumentaram no ano passado atingindo 124 milhões de pessoas. Mais 11 milhões de pessoas do que em 2016.

Conflitos, choques climáticos e preços elevados de alimentos básicos muitas vezes conjugados entre si estão na base das situações de emergência alimentar no mundo, explica o Relatório Global sobre Crises alimentares, apresentado pela FAO, organização da ONU para a Fome e Agricultura, e União Europeia.

Segundo o documento, os conflitos armadas foram no ano passado o principal fator de insegurança alimentar aguda em 18 países, dos quais 15 em  África e Médio Oriente, representando 60% do total global.

O aumento é em grande parte atribuído a novos conflitos ou conflitos que se intensificaram, designadamente em Miamar, no nordeste da Nigéria, na República Democrática do Congo, no Sudão do Sul e no Iémen.

O documento diz ainda que a seca prolongada em algumas regiões teve como consequência colheitas fracas em países que já enfrentavam altos níveis de insegurança alimentar e desnutrição na África Austral e Oriental.

 

Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários