Renault Mégane R.S. 275 Trophy: Perfeição assente em 275 cavalos

A Renault lançou uma série limitade do Mégane R.S., um carro que é uma referência nos desportivos de tração dianteira. Na mítica pista de Nürburgring Nordschleife, o modelo é ‘só’ o mais rápido de tracção dianteira e um dos 100 mais rápidos automóveis da história do “Inferno Verde”. O Mégane ombreou com vedetas como o […]

A Renault lançou uma série limitade do Mégane R.S., um carro que é uma referência nos desportivos de tração dianteira. Na mítica pista de Nürburgring Nordschleife, o modelo é ‘só’ o mais rápido de tracção dianteira e um dos 100 mais rápidos automóveis da história do “Inferno Verde”. O Mégane ombreou com vedetas como o Porsche 911 GT3 e o Ferrari F430.
Mas em que é que o Renault Mégane R.S. 275 Trophy se distingue das versões precedentes? Não é no chassis que, por razões óbvias, é o Cup. Já a potência é um dos factores diferenciadores, como se depreende, desde logo, pela designação. O motor de 2.0 litros, turbo, passa a debitar 275 cavalos, mais 10 que as versões até agora comercializadas. Diz a marca que apesar dos  progressos alcançados no motor “são perceptíveis, não apenas no binário e na curva de potência, mas também na dinâmica de condução do Mégane R.S. 275 Trophy. Ao volante, é evidente uma (ainda) melhor resposta nas recuperações, evitando-se dessa forma o recurso à caixa de velocidades. A sensação de aceleração foi aumentada até ao limite das rotações, que é agora de 6.800 rpm na primeira e na segunda velocidade”.
De fábrica os consumos em ciclo misto estão nos 7,5 L/100 Km, um valor que é ajudado pelo sistema start & stop.
O sistema de escape, com assinatura da Akrapoviè, é outra das novidades do Mégane R.S. Trophy 275. A prestigiada marca de escapes para motos e desporto automóvel desenvolveu um sistema em titânio que, para além dos efeitos em termos de redução do peso, ainda confere uma sonoridade específica, para deleite dos indefectíveis de emoções fortes.
Outra inédita parceria foi estabelecida com a Ohlins, uma referência mundial em amortecedores. A marca desenvolveu para o Mégane R.S. 275 Trophy uma solução derivada dos ralis e do Mégane R.S. N4, em particular: “Ohlins Road&Track”, amortecedores de uma via, reguláveis e com molas em aço. E se as anteriores versões impressionavam (também) pelo comportamento, imagine-se agora com um desenvolvimento herdado” da competição… .Ainda em matéria de ligações ao solo, não menos importante são os pneus. Nesse sentido, a Michelin e a Renault Sport desenvolveram para o Mégane R.S. 275 Trophy os Michelin Pilot Sport Cup 2. São pneus de elevada performance, também vocacionados para a pilotagem em circuito.

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?