Retoma da economia portuguesa é uma “boa notícia para toda a Europa”, diz presidente alemão

Numa entrevista por escrito ao jornal “Diário de Notícias”, o chefe de Estado fala do potencial das relações entre Portugal e a Alemanha e elogia os portugueses no esforço feito para ultrapassar a crise.

O presidente da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, de visita a Portugal esta quinta-feira, indica que a estabilidade dos Estados-membros da União Europeia (UE) continua a ser uma das prioridades alemãs. Numa entrevista por escrito ao jornal “Diário de Notícias”, o chefe de Estado fala do potencial das relações entre Portugal e a Alemanha e elogia os portugueses no esforço feito para ultrapassar a crise.

O convite foi endereçado pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o homólogo alemão diz ter aceite “com muito gosto”. “Além de conduzir conversações políticas, irei visitar centros de investigação e tecnologia de ponta em Portugal. Cientistas e engenheiros de ambos os países trabalham em estreita cooperação em muitas universidades e instituições de investigação. Esta forma de cooperação orientada para o futuro mostra que Portugal tem um grande potencial”, considera Frank-Walter Steinmeier.

Frank-Walter Steinmeier acredita que a retoma económica que se está a verificar em Portugal é uma “boa notícia para toda a Europa”, especialmente numa altura em que a UE tem de “reforçar a coesão dos seus 27 Estados membros” devido ao Brexit.

“Portugal passou por uma dura fase de ajustamento que trouxe, para muitas pessoas, insegurança e cortes drásticos. Mas os portugueses, com o apoio dos seus parceiros europeus, conseguiram ultrapassar esta crise. Isso representa um sucesso enorme e tenho grande respeito por aquilo que as pessoas em [Portugal] alcançaram”, afirma Frank-Walter Steinmeier.

O presidente alemão vai estar de visita ao país até sexta-feira. A visita “pretende consolidar” o “nível de excelência” da relação bilateral e “reforçar os seus alicerces para o futuro”.O programa da visita divide-se entre Lisboa e o Porto, onde vai visitar vários centros de estudo e investigação em áreas com as ciências e tecnologia.

Relacionadas

Presidente do Bundesbank defende fim dos estímulos do BCE ainda este ano

Jens Weidmann, um forte candidato a substituir Mario Draghi na liderança do BCE em 2019, defendeu esta terça-feira a importância da redução “gradual” da compra de ativos ainda este ano.

Construção foi o alicerce do crescimento económico mais rápido desde 2000

A economia nacional cresceu 2,7% em 2017, impulsionada pelo investimento. Todos os segmentos aumentaram – desde a maquinaria à propriedade intelectual -, mas foi a construção que mais se destacou.

Dívida Pública desce para 125,6% por causa da subida do PIB

O crescimento do PIB confirmado pelo INE justifica a melhoria do rácio de dívida pública face ao previsto pelo Governo que era de 126,2% do PIB.
Recomendadas

“Que Deus abençoe a memória daqueles em Toledo”. Trump engana-se no nome da cidade do massacre no Ohio

O presidente norte-americano referiu-se referiu a Toledo, e não a Dayton, nas suas observações sobre um dos recentes massacres onde morreram nove pessoas e outras 27 ficaram feridas.

A “Casa de Papel” na vida real: Assalto à Casa da Moeda do México leva dos cofres 50 milhões em menos de 4 minutos

Os assaltantes conseguiram desarmar um guarda e furar todas as barreiras de segurança até chegarem ao cofre de segurança, que estaria aberto. Em menos de quatro minutos, o grupo de homens roubou e fugiu do edifício sem que a polícia tivesse sequer chegado.

Japão testa drones que transportam pessoas para diminuir o trânsito

Os responsáveis pelo projeto apontam que os drones tripulados poderão ser uma solução para combater o trânsito: “O Japão é um país com uma densidade populacional muito elevada, e como tal, carros voadores poderão ser a solução para diminuir o trânsito no país”.
Comentários