Revolução tecnológica chegou às cadeias de Fast Food

O presidente da Domino’s Pizza consegue enumerar 17 formas diferentes para encomendar uma pizza.

As grandes multinacionais de Fast Food adaptaram-se à realidade tecnológica do século XXI e tiveram de apostas em novas tecnologias para sobreviveram à revolução que o setor atravessa. Os novos clientes sãos mais seletivos ao escolherem onde vão comer fora de casa e privilegiam a qualidade, a rapidez e a eficiência.

O presidente executivo da Domino’s Pizza, Patrick Doyle, recordou situações de má conexão à internet que dificultava as encomendas por telefone. Atualmente, Doyle consegue enumerar as 17 formas diferentes que existem para encomendar uma pizza, como o simples envio de uma mensagem de texto com o emoji de uma pizza, ou utilizar o sistema de inteligência artificial “Alexa”.

Os pedidos digitais estão a aumentar e representam agora mais de metade das vendas da Domino’s Pizza, e permitem que a empresa ficar com os dados dos clientes, o que ajuda a empresa a orientar melhor as ofertas. A importância que a empresa dá à tecnologia justifica o sistema de trabalho ao estilo de Silicon Valley.

 

Recomendadas

Como a Indústria 4.0 pode ajudar a criar a fábrica do futuro

A fábrica do futuro é o centro de uma cadeia de distribuição que combina clientes, fornecedores, distribuidores e parceiros com sistemas analíticos avançados. Isso pode levar a uma “produção perfeita” com o mínimo de tempo de inatividade, negligência, desperdício e ineficiência.

Sustentabilidade no investimento: menos risco, mais valor

Reduzir a quantidade de plásticos descartáveis ou viajar de comboio são duas formas de reduzir a nossa pegada ecológica. E no investimento, o que podemos fazer para reforçar a sustentabilidade?
Comentários